Valter Hugo Mãe




Editar

Valter Hugo Mãe


Valter Hugo Lemos


4.6
24 avaliações

Gêneros Literatura Estrangeira,Poemas, poesias,Ficção,Romance | Nascimento: 25/09/1971 | Local: Angola - Henrique de Carvalho (atual Saurimo)
Valter Hugo Mãe é o nome artístico do escritor Valter Hugo Lemos (Henrique de Carvalho, Angola, 25 de Setembro de 1971). Além de escritor é editor, artista plástico, apresentador de televisão e cantor português .

Valter Hugo Mãe é um escritor português que nasceu numa cidade angolana outrora chamada Henrique de Carvalho, atual Saurimo.

Passou a infância em Paços de Ferreira e em 1980 mudou-se para Vila do Conde. Licenciou-se em Direito e fez uma pós-graduação em Literatura Portuguesa Moderna e Contemporânea na Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

Em 1999 foi co-fundador da Quasi edições na qual publicou obras de Mário Soares, Caetano Veloso, Adriana Calcanhotto, Manoel de Barros, António Ramos Rosa, Artur do Cruzeiro Seixas, Ferreira Gullar, Adolfo Luxúria Canibal e muitos outros.

Co-dirigiu a revista Apeadeiro, de 2001 a 2004 e em 2006 funda a editora Objecto Cardíaco.

Em 2007 atingiu o reconhecimento público com a atribuição do Prémio Literário José Saramago, durante a entrega do qual o próprio José Saramago considerou o romance o remorso de baltazar serapião um verdadeiro tsunami literário: "Por vezes, tive a sensação de assistir a um novo parto da Língua portuguesa".

Para além da escrita tem-se dedicado ao desenho, com uma primeira exposição individual inaugurada em Maio de 2007, na Galeria Símbolo, no Porto, e à música, tendo-se estreado como voz do grupo Governo em Janeiro de 2008, no Teatro do Campo Alegre, também no Porto.

Desde o fim de 2012 apresenta um programa de entrevistas no Porto Canal.

Os quatro primeiros romances de Valter Hugo Mãe são conhecidos como a tetralogia das minúsculas. Escritos integralmente sem letras capitais, incluindo o nome do autor, pretendiam chamar a atenção para a natureza oral dos textos e recondução da literatura à liberdade primeira do pensamento. As minúsculas aludem também a uma utopia de igualdade. Uma certa democracia que equiparava as palavras na sua grafia para deixar ao leitor definir o que devia ou não ser acentuado. (Fonte: Wikipédia)


Livros publicados por Valter Hugo Mãe (34) ver mais
    Publicação da Mortalidade
    O paraíso são os outros
    O apocalipse dos trabalhadores
    A desumanização
    Homens imprudentemente poéticos
    A Máquina de Fazer Espanhóis


Estatísticas
Seguidores58
Leitores16.495
Avaliações 4.6 / 24
5
ranking 71
71%
4
ranking 12
12%
3
ranking 6
6%
2
ranking 6
6%
1
ranking 6
6%

28%

72%

Sheila
cadastrou em:
04/11/2013 01:34:31
Alexsandra
editou em:
14/07/2016 19:22:46