Bendita Cura #1

Bendita Cura #1


Compartilhe


Bendita Cura #1 (EntreQuadros)





Desde pequeno, Acácio do Nascimento era um garoto diferente dos demais. Preferia brincar de boneca a jogar futebol, o bambolê lhe interessava mais que carrinhos e pistolas de cowboy. Assustados com a possibilidade de seu filho ser homossexual, Mara e Galdino submetem Acácio desde os cinco anos de idade a diversos tratamentos para ele se tornar um menino normal como os demais. Neste primeiro volume de Bendita Cura, acompanhe a infância e a adolescência de Acácio, as provocações de outras crianças na escola, o despertar de sua sexualidade e as cobranças de seus pais e da sociedade para ele se encaixar nos padrões ditados pela maioria. Desde 1990, a Organização Mundial da Saúde (OMS) se posicionou contra a homossexualidade ser considerada uma doença e passou a tratá-la como uma variação natural da sexualidade humana. A partir deste entendimento, uma resolução de 1999 do Conselho Federal de Psicologia (CFP) proibiu os profissionais de aplicarem terapias para tentar alterar orientação sexual no Brasil. Mesmo assim, a chamada “cura gay”, volta e meia, vem à tona por conta da ganância dos que almejam lucrar com a ignorância e o preconceito sobre a questão. Grupos conservadores desejam submeter pessoas perfeitamente saudáveis a tratamentos abusivos e, não raro, os próprios homossexuais se subordinam a métodos que beiram a tortura para corresponder às expectativas dos outros. Bendita Cura retrata o que é ter a vida marcada pelo preconceito e os efeitos de terapias de reversão que tentam curar algo que simplesmente não é uma doença.

Drama / HQ, comics, mangá / LGBT / GLS / Romance

Edições (1)

ver mais
Bendita Cura #1

Similares

(10) ver mais
Ciranda Da Solidão
Púrpura
Não Existem Super-Heróis Na Vida Real
Círculo Completo

Estatísticas

Desejam3
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.5 / 13
5
ranking 62
62%
4
ranking 38
38%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

70%

30%

Rodrigo Ceni
cadastrou em:
27/06/2018 14:00:27
Rodrigo Ceni
editou em:
12/07/2018 19:38:20