Bom Crioulo

Bom Crioulo Adolfo Caminha


Compartilhe


Bom Crioulo





Amaro é um escravo foragido que, ingressando na Marinha, vê realizar-se seu sonho de liberdade. Graças ao biótipo sólido e sua quase inesgotável força física, torna-se um marujo voluntarioso e benevolente, recebendo o apelido de “Bom Crioulo”. É nessa nova etapa da vida que conhece Aleixo. Surge então uma história de desejo, frustração e tragédia. A publicação causou polêmica ao mostrar seus protagonistas — um negro e um branco — em uma relação homossexual.

Ficção / LGBT / GLS / Literatura Brasileira / Romance

Edições (19)

ver mais
Bom Crioulo
Bom-Crioulo
Bom-Crioulo
Bom-Crioulo

Similares

(18) ver mais
O Terceiro Travesseiro
Amor sem fim
Das Cinzas ao Fogo
Theus

Resenhas para Bom Crioulo (48)

ver mais
Muito sensual !!
on 6/9/09


Um clássico muito rapido de ler e bastante tocante,como todo BOM romance. Apesar de ser muito sensual(mais ou menos 70% homoerótico),não cai na vulgaridade e tb não descreve as relações sexuais como por exemplo o faz Jorge Amado(meu amor!-risos). A sensualidade está na forma como o escritor descreve as sensações da paixão,como por exemplo o desejo e o tesão...mas com aquela linguagem dos clássicos,o que me provocou muitos risos!!!rs Olha o jeito do cara descrever a masturbação:"(...)He... leia mais

Estatísticas

Desejam147
Trocam54
Avaliações 3.3 / 2.219
5
ranking 16
16%
4
ranking 29
29%
3
ranking 33
33%
2
ranking 15
15%
1
ranking 7
7%

35%

65%

Jenifer
cadastrou em:
18/06/2019 15:39:27