Call the Coroner

Call the Coroner Avril Ashton


Compartilhe


Call the Coroner





A clash of wills between predators…
He’s been living underground for a long time, but the only thing guaranteed to bring Daniel Nieto back to the surface is the identity of his wife’s killer. With the whisper of one name, he puts it all on the line for vengeance. He’s got plans for Stavros Konstantinou.
The title of monster fits too well for Stavros to want to be anything other than what he is. Time spent in Daniel Nieto’s dungeon, chained and tortured, will never change that. Starved of food, sunlight and freedom, he waits for an opening to turn the tables on the only man who’s ever come close enough to scare him.
Somewhere between the slide of knife against skin, and the drip of blood on cold concrete, things change. Grief and hatred collide with lust and obsession, and this time Daniel and Stavros are on the same side. This time, they’re fighting a losing battle against a connection forged by much more than a love of violence and bloodshed.
In a war this bloodied, what do you do when the bodies start hitting the floor?
**Warning: Gun play, knife play, blood play, breath play. Non Con, Dub Con. Water sports. Triggers**


*****
Ele tem vivido no subsolo durante muito tempo, mas a única coisa garantida para trazer Daniel Nieto de volta à superfície é a identidade do assassino de sua esposa. Com o sussurro de um nome, ele coloca tudo na linha de vingança. Ele tem planos para Stavros Konstantinou.
O título de monstro se encaixa muito bem para Stavros querer ser qualquer coisa além do que ele é. O tempo gasto no calabouço de Daniel Nieto, acorrentado e torturado, nunca mudará isso. Afastado de comida, luz solar e liberdade, ele espera uma abertura para virar a mesa para o único homem que se aproximou o suficiente para assustá-lo.
Em algum lugar entre o slide da faca contra a pele e o gotejamento de sangue no concreto frio, as coisas mudam. O sofrimento e o ódio colide com a luxúria e obsessão, e desta vez Daniel e Stavros estão do mesmo lado. Desta vez, eles estão lutando uma batalha perdida contra uma conexão forjada por muito mais do que um amor violento e derramamento de sangue.
Em uma guerra sangrenta, o que você faz quando os corpos começam a bater no chão?

Crime / Drama / Erótico / Ficção / LGBT / GLS / Literatura Estrangeira / Romance

Edições (1)

ver mais
Call the Coroner

Similares

(1) ver mais
Tease

Resenhas para Call the Coroner (2)

ver mais
Surpreendente.
on 26/12/17


Acho que primeiro devo dizer que já li alguns livros homo, não é realmente minha preferência, mas tenho uma queda por livros diferentes, com histórias instigantes, fora do comum, beirando ao surreal e de preferência que tenha algum sexo bem quente rsrsrs. Tenho uma mente aberta, então se a história tem os ingredientes que me atrai, pouco importa se o romance vai acontecer com pessoas do mesmo sexo, misturado, poliamor ou seja lá qual classificação queiram dar. Acontece que este livro ... leia mais

Estatísticas

Desejam1
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.2 / 28
5
ranking 50
50%
4
ranking 25
25%
3
ranking 25
25%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

0%

100%

Kess
cadastrou em:
02/06/2017 21:04:12
Sophia.Merkauth
editou em:
15/07/2017 17:49:28