Cândido, ou o Otimismo

Cândido, ou o Otimismo Voltaire


Compartilhe


Cândido, ou o Otimismo





Reconhecido como a obra máxima de Voltaire, Cândido, ou o Otimismo investe no deboche para satirizar a tolice dos filósofos e a petulância dos poderosos.

Até ser expulso de um lindo castelo na Westfália, o jovem Cândido convivia com sua amada, a bela Cunegunda, e tinha a felicidade de ouvir diariamente os ensinamentos de mestre Pangloss, para quem "todos os acontecimentos estão encadeados no melhor dos mundos possíveis". Apesar da crença absoluta na doutrina panglossiana, do primeiro ao último capítulo, Cândido sofre um sem-fim de desgraças: é expulso do castelo; perde seu amor; é torturado por búlgaros; sobrevive a um naufrágio para em seguida quase perecer em um terremoto; vê seu querido mestre ser enforcado em um auto da fé; é roubado e enganado sucessivas vezes. Cândido só começa a desconfiar do otimismo exacerbado de seu mestre quando ele próprio e todos os que cruzam seu caminho dão provas concretas que o melhor dos mundos possíveis vai, na verdade, muito mal.

Cândido, ou o Otimismo é um retrato satírico de seu tempo. Escrito em 1758, situa o leitor entre fatos históricos como o terremoto que arrasou Lisboa em 1755 e a Guerra dos Sete Anos (1756-63), enquanto critica com bom-humor as regalias da nobreza, a intolerância religiosa e os absurdos da Santa Inquisição. Já o caricato mestre Pangloss é uma representação sarcástica da filosofia otimista do pensador alemão Gottfried Leibniz (1646-1716).

Antecipando o sucesso desbragado e a carreira de escândalo do livro, Voltaire, pseudônimo de François-Marie Arouet, assinou a obra com o enigmático Sr. Doutor Ralph.

Ficção / Literatura Estrangeira / Romance

Edições (24)

ver mais
Cândido, ou o Otimismo
Cândido ou O otimismo
Cândido, ou O Otimismo
Cândido ou o Otimismo

Similares

(60) ver mais
O Coração das Trevas
Candy
O Príncipe
Não me abandone jamais

Resenhas para Cândido, ou o Otimismo (201)

ver mais
Receita contra insônia
on 28/1/09


Não leia este livro se estiver tentando dormir. Foi o que eu, desavisada, tentei fazer: ler para relaxar e dormir. Quando dei pela coisa eu ria tanto que espantei por completo o sono.... leia mais

Vídeos Cândido, ou o Otimismo (5)

ver mais
Audiolivro | Cândido, ou o Otimismo, de Voltaire

Audiolivro | Cândido, ou o Otimismo, de Volta

Linvro Cândido ou Otimismo - Voltaire

Linvro Cândido ou Otimismo - Voltaire


Estatísticas

Desejam562
Trocam41
Avaliações 4.1 / 3.816
5
ranking 43
43%
4
ranking 36
36%
3
ranking 17
17%
2
ranking 3
3%
1
ranking 1
1%

40%

60%

Arthur
cadastrou em:
01/11/2012 15:54:34
Alê | @alexandrejjr
editou em:
24/01/2022 12:11:58

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR