Carnavália

Carnavália Gabriel Pardal




Carnavália





Carne aval. Carne navalha. Carne valia. Neste livro de estreia Gabriel Pardal atravessa o leitor com reflexões poéticas a respeito da sociedade de consumo, suas características, seus valores, por que e pra quê comprar. Com o humor da sua prosa poética ele questiona a busca incansável das pessoas por notoriedade e fama, as celebridades, os salões de beleza lotados, pílulas para emagrecimento, analisando o que hoje nos faz pertencente à sociedade, shopping centers, redes sociais, indústria cultural, quais testes fazer para ser aceito em seu círculo social? Não há enredo narrativo nem personagem central. São ideias fragmentadas, monólogos, jogos, notas, piadas. Pardal utiliza-se de recursos extraídos de sua experiência no teatro, cinema, internet, capturando momentos de uma vida guiada pelos eventos da mídia, urbana e multifacetada, para revelar uma escrita com habilidade analítica sobre a sociedade de consumo. Seu texto é audacioso e crítico ao mesmo tempo que divertido e pop.


Carnavália é um livro escrito essencialmente sobre a polêmica transformação das pessoas em mercadorias, ou seja, em produtos capazes de obter atenção e atrair demanda e fregueses, tornando-se uma mercadoria desejável. O que você tem em mãos é sobretudo um livro poético. A prosa contemporânea de um garoto que carrega explosivos.

Edições (1)

ver mais
Carnavália

Similares


Estatísticas

Desejam3
Trocam1
Avaliações 4.2 / 9
5
ranking 44
44%
4
ranking 33
33%
3
ranking 22
22%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

57%

43%

SovielArisk
cadastrou em:
02/01/2012 21:34:02