Carpinteiros, Levantem Bem Alto a Cumeeira & Seymour, Uma Apresentação

Carpinteiros, Levantem Bem Alto a Cumeeira & Seymour, Uma Apresentação J. D. Salinger


Compartilhe


Carpinteiros, Levantem Bem Alto a Cumeeira & Seymour, Uma Apresentação





Carpinteiros, levantem bem alto a cumeeira & Seymour, uma apresentação marca a entrada de J. D. Salinger na Coleção L&PM POCKET. O grande escritor norte-americano, autor do cultuado O apanhador no campo de centeio (1951), retoma em Carpinteiros, lançado em 1963, a história da família Glass, iniciada em Nove estórias (1953) e levada adiante em Franny e Zooey (1961).

O narrador de Carpinteiros é Buddy, um dos sete filhos da família Glass e irmão de Seymour, protagonista do livro. Ele, porém, é um protagonista ausente, já que aparece apenas por meio da voz de Buddy. Logo no início, fica-se sabendo que Seymour se suicidou aos 31 anos, em férias com sua esposa na Flórida – episódio relatado em Nove estórias, no conto “Um dia ideal para os peixes-banana”.

A primeira das duas histórias do livro gira em torno do casamento não-realizado de Seymour, que às vésperas da cerimônia pede para adiar a celebração, já que se sente animado demais para casar. A história se passa num dia muito quente de 1942, e se concentra praticamente em dois espaços: um carro, no qual Buddy fica preso com a madrinha da noiva e seu marido, uma tia da noiva e um senhor surdo-mudo, e no apartamento que Seymour e Buddy dividiam em Nova York antes de serem convocados para a Guerra.

Edições (2)

ver mais
Carpinteiros, Levantem Bem Alto a Cumeeira & Seymour, Uma Apresentação
Carpinteiros, levantem bem alto a cumeeira e Seymour: uma apresentação

Similares

(7) ver mais
Seis Autores em Busca de Um Personagem
Nove Estórias
Franny & Zooey
Salinger

Resenhas para Carpinteiros, Levantem Bem Alto a Cumeeira & Seymour, Uma Apresentação (12)

ver mais
on 7/11/10


A vida breve de Seymour Glass, o fantástico unicórnio de listras azuis, pelos olhos irremediavelmente apaixonados de seu irmão, Buddy. Talvez uma das mais ternas e estranhas declarações de amor fraternal já escritas, um relicário tão confessional de sentimentos, cujos excessos e divagações são tão genuinamente críveis, anárquicos e intensos, que só a custo pode ser tomado como estritamente ficcional. Brilhante, brilhante. E divertido, o que é ainda mais surpreendente (e quase imperdoáv... leia mais

Estatísticas

Desejam50
Trocam1
Avaliações 4.0 / 304
5
ranking 39
39%
4
ranking 32
32%
3
ranking 26
26%
2
ranking 3
3%
1
ranking 0
0%

44%

56%

Paulo Olmedo
cadastrou em:
10/01/2009 23:17:32