Cartas a uma negra

Cartas a uma negra Françoise Ega


Compartilhe


Cartas a uma negra


Narrativa antilhana




Ao expor a situação das antilhanas na França, Ega se conecta com a obra de Carolina Maria de Jesus

Antilhana, Françoise Ega trabalhava em casas de família em Marselha, na França. Um de seus pequenos prazeres era ler a revista Paris Match, na qual deparou com um texto sobre Carolina Maria de Jesus e seu Quarto de despejo. Identificou-se prontamente. E passou a escrever “cartas” — jamais entregues — à autora brasileira. Cartas a uma negra, publicado postumamente, é um dos documentos literários mais significativos e tocantes sobre a exploração feminina e o racismo no século 20.

Não-ficção

Edições (1)

ver mais
Cartas a uma negra

Similares

(9) ver mais
Quarto de Despejo
Senhores do Orvalho
A ilha da chuva e do vento
Sem gentileza

Resenhas para Cartas a uma negra (25)

ver mais
Quarto de Despejo na França
on 27/4/21


Esse livro é como uma surra em todas pessoas que tem aquela síndrome de vira-lata que acha que tudo no exterior é melhor. Muitos problemas enfrentados aqui existem em países como a França, EUA, etc. Quarto de despejo existe em todo lugar.... leia mais

Estatísticas

Desejam72
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.4 / 136
5
ranking 55
55%
4
ranking 40
40%
3
ranking 4
4%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

20%

80%

Carlos.Eduardo
cadastrou em:
17/02/2021 00:22:57
Jenifer
editou em:
21/03/2021 14:52:42

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR