Confissões de um comedor de ópio

Confissões de um comedor de ópio Thomas de Quincey


Compartilhe


Confissões de um comedor de ópio





O autor foi pioneiro no século XIX ao tratar ex cathedra e de maneira compreensível às massas os efeitos do consumo de ópio, com descrições introspectivas e oníricas de tal estado letárgico. De origem miserável, o autor logo conheceu a perdição humana. Aos 16 anos fugiu da escola provinciana onde cumpria pena e, depois de vagar pelo País de Gales vivendo nas ruas, chegou a Londres, onde se apaixonou perdidamente por Anne, uma prostituta de 16 anos. À experiência da fome e do abandono do autor, somou o ópio, sem nunca porém deixar de rir, nem que fosse de sua própria penúria.


Edições (3)

ver mais
Confissões de um comedor de ópio
Confissões de um comedor de ópio
Confissões de um comedor de ópio

Similares

(11) ver mais
Opio en las nubes
As Portas da Percepção/Céu e Inferno
Pequena Enciclopédia da História das Drogas e Bebidas
Um comedor de ópio

Resenhas para Confissões de um comedor de ópio (4)

ver mais
on 14/10/10


Esse livro foi indicação de um grande amigo, o Flávio, quando ele estava fazendo o primeiro ano de psicologia. "Cara, é muito, bom, bem viajado, tem umas questões de sonho e blá, blá, blá..." Não lembro das palavras exatas que ele usou, mas, em resumo, o sentido era esse. Assim foi que Confissões de um Comedor de Ópio foi o primeiro livro de que me lembrei para colocar na lista de fevereiro do Desafio Literário 2011. Não sou difícil de agradar. Leio de tudo um pouco e, de uma forma ge... leia mais

Estatísticas

Desejam56
Trocam8
Avaliações 3.5 / 196
5
ranking 17
17%
4
ranking 34
34%
3
ranking 35
35%
2
ranking 12
12%
1
ranking 2
2%

44%

56%

Renata
cadastrou em:
12/08/2009 14:00:26