Crônica de uma vida de mulher

Crônica de uma vida de mulher Arthur Schnitzler


Compartilhe


Crônica de uma vida de mulher





Romance do homem que antecipou ideias do criador da psicanálise Sigmund Freud.

O livro apresenta a história de Therese Fabiani, austríaca de família decadente e destino ingrato. A jovem, cuja vida é contada desde seus 16 anos, vê seu núcleo familiar se esfacelar depois da loucura do pai. Sem demonstrar grande sofrimento, nem mesmo quando a mãe se faz cafetina e tenta entregá-la aos braços de um velho conde, ela procura individualmente seu próprio caminho. A sociedade, contudo, já manifesta a perda de valores que caracterizaria o século XX e está longe de lhe proporcionar o abrigo que a família um dia lhe ofereceu.

Arthur Schnitzler floresceu na melancólica Viena do declínio dos Habsburgo. Em meio à desesperança do fim do século XIX, o combate ao anti-semitismo, à hipocrisia burguesa e à repressão sexual o definiam tanto quanto o talento visceral para os diálogos e a observação psicológica. Considerado imoral, escandalizou críticos, e a eles deu a única resposta considerada válida — a própria obra: Se ela perdurar, venceste.

A força do talento de Schnitzler marca essa vitória. Textos construídos com originalidade e que lançam um olhar intenso sobre a condição humana, em tudo o que esta tem de oculto e ambíguo. Soube, como poucos, sintetizar os duplos valores da sociedade, revelar a aristocracia em toda a decadência e a burguesia vestida com a pequenez de sua voracidade.

Ficção / Literatura Estrangeira

Edições (1)

ver mais
Crônica de uma vida de mulher

Similares

(3) ver mais
Contos Fantásticos
O Retorno de Casanova
A Consciência de Zeno

Resenhas para Crônica de uma vida de mulher (1)

ver mais
Livro 06 – 2019 - Crônica da vida de uma mulher - Arthur Schnitzler
on 26/5/20


“- E ela contou como havia sido obrigada a se defender sozinha já desde cedo, como jamais havia conseguido recuperar o que deixara de lado antes... Pois bem, talvez fosse sua própria culpa, até certo ponto... Mas fosse como fosse, agora era demasiado tarde para começar tudo do início. - Oh, Deus, nunca é tarde demais - observou Thilda."... leia mais

Estatísticas

Desejam21
Trocam2
Avaliações 4.3 / 23
5
ranking 63
63%
4
ranking 21
21%
3
ranking 13
13%
2
ranking 4
4%
1
ranking 0
0%

33%

67%

(Lz)
cadastrou em:
31/03/2009 19:46:10
andre
editou em:
03/10/2018 08:51:32