Das cores do silêncio

Das cores do silêncio Hebe Mattos


Compartilhe


Das cores do silêncio


os significados da liberdade no sudeste escravista – Brasil, séc. XIX




"Das cores do silêncio trata o tema clássico do fim da escravidão no Brasil, tanto a partir de um enfoque de mais longa duração (...) quanto a partir de um enfoque de duração mais curta, que privilegia a vivência dos atores diretamente envolvidos, isto é, as expectativas e ações de senhores e escravos. (...) O grande debate do livro é o da reelaboração das condições de dominação quando do fim das relações escravistas, intrinsecamente marcadas pela violência, mas nem por isso desprovidas de uma "economia moral" que demarcava um complexo espaço, público e privado, em que senhores e escravos negociavam os significados da liberdade. (...) Neste sentido, o livro redimensiona e esclarece uma série de questões, como a da multiplicidade das relações de trabalho no campo; a das bases político-culturais de uma ideologia do branqueamento; e também, a da centralidade de um debate sobre direitos civis que, mal se anunciara em profundidade, iria conjugar-se com a demanda de direitos políticos e sociais, desencadeada pela República." (Angela de Castro Gomes)

Edições (2)

ver mais
Das cores do silêncio
Das cores do silêncio

Similares


Estatísticas

Desejam9
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.2 / 6
5
ranking 33
33%
4
ranking 50
50%
3
ranking 17
17%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

36%

64%

Eduardo
cadastrou em:
13/02/2010 23:54:58