Do amor, ensaio de Enigma

Do amor, ensaio de Enigma Artur da Távola

Compartilhe


Do amor, ensaio de Enigma





O amor é uma forma perfeita de liberdade, consciência e participação. Ele será mais necessário do que nunca, para compreender os espasmos de uma era em agonia e de um homem atônito e aflitoao ver ruir o sistema no qual investiu o melhor dos seus ideais e esforços. O amor ensina a não ficar do lado bom de uma briga pobre. Ensina a encontrar a briga boa: a briga pela construção de uma nova ordem de integração entre subjetivo e objetivo, ciência e fé, oriente e ocidente, política e existência, justiça e liberdade, na qual há mais arte e menos competição, mais vida e menos morte. uma pessoa preparada para o amor é muito mais perigosa para o status quo repressivodo que uma pessoa preparada para o ódio, a guerra ou o combate.

Edições (1)

ver mais
Do amor, ensaio de Enigma

Similares


Estatísticas

Desejam7
Trocam3
Avaliações 4.4 / 33
5
ranking 64
64%
4
ranking 21
21%
3
ranking 9
9%
2
ranking 6
6%
1
ranking 0
0%

20%

80%

Alessandro
cadastrou em:
08/08/2009 00:28:43

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR