Duas mulheres de fibra

Duas mulheres de fibra Velma Wallis


Compartilhe


Duas mulheres de fibra





O inverno apresenta-se tão rigoroso que aquela tribo nômade de índios da região ártica não tinha mais esperanças de sobreviver. A comida era insuficiente e muitos morriam de inanição. O frio matava igualmente mulheres e crianças. Em todos, percebia-se medo e desespero.

Com o bando viajavam duas mulheres velhas que viviam reclamando de dores no corpo e fraqueza nas pernas. Elas dependiam dos mais jovens para tudo - erguer suas tendas, transportar seus pertences, encontrar água e alimentos. Apesar do estorvo ninguém reclamava delas, até o dia em que o chefe reuniu o grupo e anunciou que os membros improdutivos da tribo seriam deixados para trás, abandonados à própria sorte.

Duas mulheres de fibra é a história dessas mulheres, que se descobrem, de uma hora para outra, enfrentando todos os obstáculos para garantir mais algum tempo de vida.

Narrativa de coragem e força, essa lenda dos povos atabascos da região do rio Yukon chega até o leitor no registro emocionado e simples de Velma Wallis, herdeira das tradições de seu povo. O livro ganhou o Western States Book Award para não-ficção criativa, em 1993.


Edições (1)

ver mais
Duas mulheres de fibra

Similares


Resenhas para Duas mulheres de fibra (1)

ver mais
on 7/7/11


O livro trata de contar a lenda de duas mulheres idosas que são abandonadas pela sua aldeia, a própria sorte, no rigoroso inverno do Alaska. Um linda história de superação. Um frase que me chamou a antenção foi: " O Corpo precisa de alimento, mas a mente de companhia". Recomendo a leitura. ... leia mais

Estatísticas

Desejam
Informações não disponíveis
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 3.9 / 10
5
ranking 40
40%
4
ranking 20
20%
3
ranking 30
30%
2
ranking 10
10%
1
ranking 0
0%

21%

79%


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR