É Agora Como Nunca

É Agora Como Nunca Adriana Calcanhotto (org.)


Compartilhe


É Agora Como Nunca


Antologia incompleta da poesia contemporânea brasileira




"Ao assinar célebres parcerias com nomes como Waly Salomão, Augusto de Campos e Antonio Cicero, Adriana Calcanhotto consolidou sua carreira musical com os dois pés fincados na poesia. Leitora assídua da lavra contemporânea, ela selecionou 42 poetas nascidos no Brasil entre 1973 e 1990 para criar uma antologia “pessoal, intransferível, autoral, ou o contrário”. Numa viagem de verão, em vez de levar na mala 42 livros, a organizadora apresenta uma amostra dos poetas novos e novíssimos em um único volume. É o “meu livro de férias”, ela explica. Com humor e melancolia, os versos, reunidos, formam um panorama vibrante e múltiplo da poesia atual — espalhada em saraus, blogs e, por que não, livros. Cada um à sua maneira, os poemas têm uma característica em comum: falam sobre este momento, este minuto, este agora como nunca."

Poemas, poesias

Edições (1)

ver mais
É Agora Como Nunca

Similares

(3) ver mais
O labirinto da solidão
Trans
Além do mais e do menos

Resenhas para É Agora Como Nunca (1)

ver mais
"É agora como nunca"
on 8/3/17


Acredito que a primeira coisa a discutir nesta resenha é porquê chamar Adriana Calcanhotto para organizar uma antologia de poesia. A resposta, na verdade, é bem fácil. Acredito que poucas pessoas no Brasil tiveram tanto contato com a poesia, seja escrevendo, lendo, cantando ou ouvindo da boca dos próprios poetas, dos quais ela esteve tão próxima, quanto Adriana. Seu conhecimento de poesia é tão respeitado que recentemente ela foi convidada para ministrar um curso numa universidade em P... leia mais

Estatísticas

Desejam27
Trocam2
Avaliações 3.5 / 51
5
ranking 18
18%
4
ranking 39
39%
3
ranking 29
29%
2
ranking 10
10%
1
ranking 4
4%

39%

61%

S.
cadastrou em:
10/02/2017 13:14:12
Andre
editou em:
12/11/2018 20:36:29