Educação como prática da liberdade

Educação como prática da liberdade Paulo Freire


Compartilhe


Educação como prática da liberdade





A obra de Paulo Freire em novo projeto gráfico.Educação como prática da liberdade foi escrito em 1967, durante o exílio forçado de Paulo Freire no Chile. Tem como principal objetivo alcançar a educação que liberta seres humanos da condição de oprimido e os insere na sociedade como forças transformadoras, críticas, politizadas e responsáveis por todas as pessoas que a integram. Além de apresentação de Francisco C. Weffort e prefácio-poema de Thiago de Mello, esta edição reúne apêndice com exemplos de situações existenciais, que possibilitam no Método a apreensão do conceito de cultura. São acompanhadas de desenhos de Vicente de Abreu feitos a partir das pinturas originais de Francisco Brennand, destruídas pela ditadura militar brasileira.Em 1963, em Angicos, interior do Rio Grande do Norte, trezentos trabalhadores rurais foram alfabetizados em apenas 40 horas, pelo método proposto por Paulo Freire. Esse foi o resultado do projeto-piloto do que seria o Programa Nacional de Alfabetização do governo de João Goulart, presidente que viria a ser deposto em março de 1964. Em outubro desse mesmo ano, Freire deixou o Brasil para proteger a própria vida. Apenas voltou a visitar o país em 1979, com a abertura democrática.Ao longo de sua história, Paulo Freire recebeu mais de cem títulos de doutor honoris causa, de diversas universidades nacionais e estrangeiras, além de inúmeros prêmios, como Educação para a Paz, da Unesco, e Ordem do Mérito Cultural, do governo brasileiro. Integra o International Adult and Continuing Education Hall of Fame e o Reading Hall of Fame.“Quando um ex-analfabeto de Angicos, discursando diante do presidente Goulart, que sempre nos apoiou com entusiasmo, e de sua comitiva, declarou que já não era massa, mas povo, disse mais do que uma frase: afirmou-se conscientemente numa opção. Escolheu a participação decisória, que só o povo tem, e renunciou à demissão emocional das massas. Politizou-se.”

Educação / Pedagogia

Edições (1)

ver mais
Educação como prática da liberdade

Similares

(4) ver mais
Educação e mudança
Política e educação
Pedagogia dos sonhos possíveis
Medo e ousadia

Resenhas para Educação como prática da liberdade (2)

ver mais
A razão de ler Paulo Freire
on 10/3/21


Paulo Freire é objeto de ódio, desconstruído em memes e momentos de 2 minutos de ódio (ou o tempo equivalente de um youtuber reacionário atacá-lo como os adeptos do Grande Irmão o faziam com seus adversários tornados inimigos). Felizmente o canal Meteoro Brasil (também do Youtube) em seu livro Tudo o que você precisou desaprender para virar um idiota (ed. Planeta) dedicou um capítulo ao educador: ''Paulo Freire não doutrinou ninguém.'' A educação como prática da liberdade provam isso... leia mais

Estatísticas

Desejam12
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.8 / 39
5
ranking 85
85%
4
ranking 15
15%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

21%

79%

João gregorio
cadastrou em:
09/01/2020 20:33:29
andre
editou em:
31/01/2020 02:35:22

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR