Ensaios

Ensaios Michel de Montaigne


Compartilhe


Ensaios





"O mundo é movimento; tudo nele muda continuamente. Não posso fixar o objeto que quero representar: move-se e titubeia. É pois no momento mesmo em que o contemplo que devo terminar a descrição; um instante mais tarde não somente poderia encontrar-me diante de uma fisionomia mudada, como também minhas próprias ideias possivelmente já não seriam as mesmas."
O autor dessas linhas é Michel de Montaigne, um homem do Renascimento, mas que até hoje se dirige a nós com uma vivacidade que a distância do tempo não esmaeceu. Seus Ensaios, publicados entre 1580 e 1588, o tornaram famoso ainda em vida, inspiraram os filósofos do Iluminismo e lançaram as bases de um novo gênero literário. Segundo o crítico Erich Auerbach, um de seus mais agudos leitores, ao falar de si, Montaigne falava da condição humana. Tal liberdade de concepção e de tom nunca tinha sido vista até então: as guerras do seu tempo, os humores do seu corpo, os filósofos antigos, o amor e a morte, os assuntos mais variados recebem o mesmo tratamento sob o crivo de uma personalidade única em sua franqueza e seu desprendimento. "Da ociosidade", "De como filosofar é aprender a morrer", "Da educação das crianças", "Da amizade", "Dos canibais", "Dos livros", os capítulos se sucedem, variando em dimensão, sem ligação aparente, numa "linguagem simples e pura, e suculenta, e nervosa, breve e concisa", nas palavras do próprio Montaigne.
Publicada originalmente em 1961, esta tradução integral dos Ensaios realizada por Sérgio Milliet, um dos grandes intelectuais brasileiros do século XX, busca, em sua elegância e fluência, sempre a fidelidade ao espírito do original. O volume conta ainda com revisão e notas adicionais de Edson Querubini, um dos principais especialistas em Montaigne no Brasil, e uma esclarecedora apresentação de Andre Scoralick.

Ensaios / Filosofia

Edições (6)

ver mais
Ensaios
The Complete Essays of Michel de Montaigne
Ensayos completos
Os ensaios

Similares

(28) ver mais
Montaigne
Discurso sobre a dignidade do homem
A ciência do comum
Giordano Bruno

Resenhas para Ensaios (10)

ver mais
Atual, só que não.
on 13/1/21


Livro surpreendente, pois esperava algo tedioso e aborrecido, mas é muito interessante. Montaigne, um nobre francês do séc. XVI é considerado o precursor dos ensaios. Fala sobre educação dos filhos, relações familiares, medo, solidão, idade... tudo sob o seu próprio ponto de vista. Interessante que dedica uma aversão e descrença à médicos e medicina. E tudo parece tão atual!... leia mais

Estatísticas

Desejam198
Trocam1
Avaliações 4.3 / 122
5
ranking 54
54%
4
ranking 35
35%
3
ranking 10
10%
2
ranking 0
0%
1
ranking 1
1%

49%

51%

Ygor Gouvêa
cadastrou em:
12/05/2017 14:48:35

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR