Ensinando a transgredir

Ensinando a transgredir bell hooks


Compartilhe


Ensinando a transgredir


a educação como prática da liberdade




Em 'Ensinando a transgredir', Bell Hooks - escritora, professora e intelectual negra insurgente - escreve sobre um novo tipo de educação, a educação como prática da liberdade. Para hooks, ensinar os alunos a "transgredir" as fronteiras raciais, sexuais e de classe a fim de alcançar o dom da liberdade é o objetivo mais importante do professor.
Ensinando a transgredir, repleto de paixão e política, associa um conhecimento prático da sala de aula com uma conexão profunda com o mundo das emoções e sentimentos. É um dos raros livros sobre professores e alunos que ousa levantar questões críticas sobre Eros e a raiva, o sofrimento e a reconciliação e o futuro do próprio ensino.
Segundo Bell Hooks, "a educação como prática da liberdade é um jeito de ensinar que qualquer um pode aprender". Ensinando a transgredir registra a luta de uma talentosa professora para fazer a sala de aula dar certo.

Educação / Pedagogia

Edições (2)

ver mais
Ensinando a transgredir
Ensinando a Transgredir

Similares

(14) ver mais
A Importância do Ato de Ler
Pedagogia da Autonomia
Problemas de Gênero
Quadros de Guerra

Resenhas para Ensinando a transgredir (8)

ver mais
on 20/12/18


O Escola Sem Partido foi suspenso até o ano que vem graças à luta de deputadas como Érika Kokay (PT-DF). Na caça às bruxas que leva o desvairado nome desse projeto, bell hooks (assim mesmo, em minúsculas) seria um alvo fácil: mulher, negra, paulofreiriana, defensora de uma pedagogia libertadora e contra-hegemônica. Os 14 ensaios que compõem este livro falam, sobretudo, de tudo aquilo que os defensores da moral-e-dos-bons-costumes odeiam: uma pedagogia não-bancária, não-maniqueísta, cie... leia mais

Estatísticas

Desejam208
Trocam1
Avaliações 4.9 / 127
5
ranking 89
89%
4
ranking 9
9%
3
ranking 2
2%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

19%

81%

Sharon
cadastrou em:
24/06/2014 09:29:39