Escravidão

Escravidão Laurentino Gomes


Compartilhe


Escravidão #2


Da corrida do ouro em Minas Gerais até a chegada da corte de dom João ao Brasil




Do autor dos best-sellers 1808, 1822 e 1889

O tão esperado segundo volume da trilogia Escravidão, de Laurentino Gomes


Entre 1700 e 1800, cerca de dois milhões de homens e mulheres foram arrancados de suas raízes africanas, embarcados à força nos porões dos navios negreiros e transportados para o Brasil. Muitos seriam vendidos em leilões públicos antes de seguir para as senzalas onde, sob a ameaça do chicote, trabalhariam pelo resto de suas vidas. No final do século XVIII, a América Portuguesa tinha a maior concentração de pessoas de origem africana em todo o continente americano.

No segundo volume de Escravidão - Da corrida do ouro em Minas Gerais até a chegada da corte de dom João ao Brasil, Laurentino Gomes concentra-se no século XVIII. O período representou o auge do tráfico negreiro no Atlântico, motivado pela descoberta das minas de ouro e diamantes no país e pela disseminação, em outras regiões da América, do cultivo de cana-de-açúcar, arroz, tabaco, algodão e outras lavouras marcadas pelo uso intensivo de mão de obra cativa.

Nenhum outro assunto é tão importante e tão definidor da nossa identidade nacional quanto a escravidão. Conhecê-lo ajuda a explicar o que fomos no passado, o que somos hoje e também o que seremos daqui para a frente. Em um texto impactante que inclui imagens e gráficos, Laurentino Gomes lança o segundo volume de sua obra, resultado de 6 anos de pesquisas, que incluíram viagens por 12 países e 3 continentes.

História do Brasil / História Geral / Literatura Brasileira / Não-ficção

Edições (2)

ver mais
Escravidão
Escravidão - Volume 2

Similares

(9) ver mais
1822
Escravidão - Volume 1
1889
1808

Resenhas para Escravidão (42)

ver mais
Dando sequência ao ótimo trabalho do primeiro volume.
on 20/9/21


Muito interessante ler sobre a Corrida do Ouro e sobre as consequências dela no Brasil colonial. Mais interessante ainda ver que, quando a cobiça e ganância entram em jogo, não há distinção entre classes, raças e crenças. Todos se tornam ?selvagens? e Minas Gerais, naquela época, era uma terra sem lei. E foi desde aquela época que a corrupção virou uma rotina no Brasil, praticada até hoje da mesma forma escancarada de séculos atrás. Neste sentido não houve retrocessos pois, para tal,... leia mais

Estatísticas

Desejam79
Trocam2
Avaliações 4.5 / 183
5
ranking 66
66%
4
ranking 28
28%
3
ranking 6
6%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

51%

49%

Joel Junior
cadastrou em:
16/05/2021 09:01:14
Gasparetto
editou em:
20/10/2021 14:23:31

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR