Estrela vermelha

Estrela vermelha Aleksandr Bogdánov


Compartilhe


Estrela vermelha (Clássicos Boitempo)





Leonid, cientista russo e revolucionário bolchevique, é convidado por um estranho camarada de codinome Menny a fazer uma expedição ao planeta Marte. Após aceitar o convite, Leonid encontra no planeta vermelho uma sociedade igualitária, apátrida, sem propriedades privadas, estratificação social ou alienação do trabalho, de alto nível intelectual, tecnológico e cíentífico, em que a democracia prospera e os homens e as mulheres são verdadeiramente livres. Publicada em 1908, esta ficção científica de Aleksandr Bogdánov combina a experiência revolucionária do autor e seus conhecimentos em diversas áreas (como física, matemática, astronomia e geografia) para construir o retrato de uma sociedade técnico-científica em que triunfou a revolução socialista, servindo de espelho e de guia para as lutas terrenas, e nos fazendo imaginar, a cada página, outro mundo possível. O romance, inédito no Brasil, foi traduzido diretamente do russo por Paula Vaz de Almeida e Ekaterina Vólkova Américo, que também assinam o prefácio, no qual situam a obra de Bodgdánov na confluência entre o momento histórico e o gênero da utopia no século XX.

Ficção / Ficção científica / Literatura Estrangeira

Edições (1)

ver mais
Estrela vermelha

Similares

(24) ver mais
Nós
O Mestre e Margarida
O Exército de Cavalaria
Maria

Estatísticas

Desejam21
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 2.8 / 2
5
ranking 0
0%
4
ranking 0
0%
3
ranking 100
100%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

61%

39%

João gregorio
cadastrou em:
10/07/2020 10:54:20
andre
editou em:
10/07/2020 10:57:14