php_network_getaddresses: getaddrinfo failed: Temporary failure in name resolution Fenestra (Coleção Farpas) - Cristiane Navarrete Tolomei
Fenestra

Fenestra Cristiane Navarrete Tolomei


Compartilhe


Fenestra (Coleção Farpas)


Vida Através da Janela




Este conjunto de poemas revelam-nos delicada sensibilidade, de um lirismo escorreito onde a figura da mulher é o tema central. Exprime representações de seu cotidiano e de seu universo social, a sua experiência pessoal de caráter confessional e analítico, construindo, assim, a identidade feminina, onde predomina temas como amor, a tristeza, a desilusão e os estereótipos.
De acordo com o título do livro, cada poema é uma janela que se abre à nossa frente. Algumas nos trazem a luz da manhã, o sol que se espalha pela vida, à medida que sobe, nos traz alegria no Entardecer de verão na praia, ou a beleza do rio no Banco sob a árvore, ou a alegria de ser mulher no Cotidiano. Outras janelas se abrem de fora para dentro expondo o Interior da casa onde reinam a tristeza e a dor, em que a morte parece ser libertadora, uma viagem introspectiva que nos revela o sofrimento pelo abandono do amado como no Engano em que a solidão chega a ser sufocante, o Diário onde a menina-mulher insiste em "sofrer nos vários registros". O eu lírico surge envolto em um manto de tristeza, enquanto contempla "o poente que se esvai".
Essas janelas retemporizam a intimidade em versos de quem sente de muito perto os seres e as coisas, a arte poética no feminino que, apesar da sua forma simples e singela, é um hino à feminilidade, o impulso energético interno, buscando o sentido da vida. Entre os versos mais representativos estão os diálogos afetivos com seus mentores da escrita como Guimarães Rosa, Carlos Drummond de Andrade, Eça de Queirós e Camilo Pessanha em traços de depurada inspiração. Versos que unem literatura, pintura, música e teatro na busca pela compreensão artística.
Convido cada leitor (a) a "espreitar pela fechadura" das várias janelas que representam cada poema que compõem este livro, e a melhor forma de as compreender, no dizer de Alberto Caeiro, é "não ter filosofia nenhuma".

Poemas, poesias

Edições (1)

ver mais
Fenestra

Similares


Resenhas para Fenestra (0)

ver mais
Conhecendo melhor minha professora
on 2/5/21


Confesso que quando minha professora lançou esse livro eu morri de curiosidade pra saber um pouco mais de quem eu conhecia apenas em âmbito acadêmico. É uma experiência muito estranha ver alguém que é do seu cotidiano falar de temas pessoais e se revelar assim no papel, PRINCIPALMENTE quando se conhece a pessoa. Tentei o tempo todo associar cada poema a um ponto da vida dela. Eu, inclusive, falei pra ela que requer muita coragem para publicar um livro de poemas, porque às vezes uma p... leia mais

Estatísticas

Desejam
Informações não disponíveis
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 3.5 / 2
5
ranking 0
0%
4
ranking 50
50%
3
ranking 50
50%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

50%

50%

Marcelo
cadastrou em:
01/05/2021 08:59:51
Marcelo
editou em:
01/05/2021 09:13:54