Festas Públicas, Memória e Representação

Festas Públicas, Memória e Representação Emilio Carlos Rodriguez Lopes


Compartilhe


Festas Públicas, Memória e Representação


Um estudo sobre manifestações políticas na Corte do Rio de Janeiro, 1808-1822




Festas públicas, memória e representação: um estudo sobre manifestações políticas na Corte do Rio de Janeiro, 1808-1822 busca compreender o conjunto de festas da monarquia portuguesa entre 1808 e 1822, sobretudo a reconstituição do calendário festivo, os rituais e as relações entre festa e memória. Pelo estudo a arquitetura efêmera e de textos de época procura-se rastrear as representações políticas criadas durante todo esse período, além de estudar figuras da América e do Índio-Brasil que, no período joanino, indicavam as especificidades presentes no Império português. Com a Independência, essas representações se politizaram e passaram a simbolizar o Império do Brasil.

Edições (1)

ver mais
Festas Públicas, Memória e Representação

Similares


Estatísticas

Desejam1
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 0 / 0
5
ranking 0
0%
4
ranking 0
0%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

50%

50%

Gabriel Valença
cadastrou em:
24/11/2012 18:44:08