Gênero, patriarcado, violência

Gênero, patriarcado, violência Heleieth Saffioti


Compartilhe


Gênero, patriarcado, violência





Este breve e denso livro trata da questão do papel da mulher na sociedade atual. Tema esse amplamente divulgado e pertinente até mesmo para organizações comprometidas com a manutenção da ordem estabelecida. Porém, a análise de Heleieth Saffioti – e isso é fundamental – procura compreendê-lo em perspectiva histórica; ou seja, o que ela busca analisar é o papel da mulher em uma sociedade de classes, capitalista.

A questão de gênero, da opressão às mulheres é tratada como parte constituinte de um sistema baseado na exploração do ser humano pelo ser humano. Gênero, patriarcado, violência parte de dados de pesquisas sobre a violência contra a mulher – de fins dos anos 1990 e início dos anos 2000 – que demonstram a crueldade e perversidade de uma lógica em que essa prática de alguma maneira está naturalizada.

Apesar dos avanços legais em torno dessa questão – principalmente com a sanção da Lei Maria da Penha – essa é ainda uma realidade para boa parcela das mulheres, o que se agrava ainda mais quando se trata das camadas trabalhadoras empobrecidas. Esse, infelizmente, é um dos aspectos de atualidade deste livro.

Heleieth trava um combate no campo teórico, procurando definir os melhores conceitos para se analisar essa forma de opressão. É a partir disso que ela afirmará a relevância do patriarcado como categoria que expressa uma forma de dominação própria das sociedades dividas em classes, em suas diversas fases históricas. Ela permite uma análise que desnaturaliza a submissão de um sexo a outro, ou seja, esta se constitui como um fenômeno social. A perspectiva de que a emancipação dessa opressão não é possível nos marcos de uma sociedade capitalista é de grande atualidade (e necessidade).

Em tempos de avanço de uma cultura conservadora em nossa sociedade, é necessário se contrapor a isso tanto no campo teórico quanto prático criando uma cultura emancipadora, socialista. No primeiro calibrando os termos que utilizamos para analisar a realidadede forma precisa; no segundo levando à frente as lutas que busquem derrubar a ordem estabelecida.

Não-ficção

Edições (2)

ver mais
Gênero, patriarcado, violência
Gênero, Patriarcado, Violência

Similares

(13) ver mais
O que é Feminismo
O poder do macho
A nova mulher e a moral sexual
Preconceito contra a "mulher"

Resenhas para Gênero, patriarcado, violência (1)

ver mais
on 28/12/17


Escrito num momento pré-Lei Maria da Penha, constata quão ainda mais precária eram as condições de gênero naquele momento, além de Saffioti explanar extensivamente as conceituações de gênero e patriarcado com ampla exemplificação teórica. Mas na real, a Saffioti me ganhou mesmo dizendo que Freud foi o maior misógino que já existiu. Rá!... leia mais

Estatísticas

Desejam110
Trocam1
Avaliações 4.2 / 102
5
ranking 45
45%
4
ranking 36
36%
3
ranking 19
19%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

12%

88%

Thamires
cadastrou em:
07/09/2015 01:42:04