Glitter

Glitter Bruno Ribeiro


Compartilhe


Glitter





Fazia bastante tempo que eu procurava um romance vigoroso e radical sobre a frivolidade que alguns setores da cultura contemporânea se tornaram. Glitter mostra com sarcasmo e força narrativa como o tal “mundo da moda” se aproxima da morte. É um livro sobre pessoas que acham que vão entrar para a história, mas estão apenas abreviando seu desfile rumo ao cemitério.

Com Tom Wolfe, autor de A Fogueira das Vaidades, Bruno Ribeiro aprendeu a descrição precisa e surpreendente. Nenhum detalhe fica de fora. O leitor também vai encontrar o rigor histórico, cheio de imagens fortes, de Luchino Visconti e a observação crua das perversões que fez do nosso Nelson Rodrigues um dos maiores escritores do século passado. De bastante original, Glitter tem uma análise refinada e cheia de nuances do discurso conservador que aos poucos foi se entranhando na nossa realidade e a tranquilidade com que transita nos vários gêneros.

Outra marca forte do livro é o tom impiedoso da narrativa. Apesar dele, porém, nada é exagerado: qualquer um que já esteve em um desfile de moda sabe que tudo é demais, sobretudo a artificialidade dos rostos, a irreverência falsa e mal disfarçada de todo mundo ali e a pulsão de morte que domina o espetáculo.

Glitter deixa o leitor atônito, por fim, porque junta tudo isso em uma narrativa fluida, inteligente e muito crítica. Não é fácil achar um romance assim por aí.

Ricardo Lísias

Literatura Brasileira / Romance

Edições (2)

ver mais
Glitter
Glitter

Similares

(3) ver mais
Bartolomeu
Febre de enxofre
Arranhando Paredes

Estatísticas

Desejam2
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 3.9 / 9
5
ranking 33
33%
4
ranking 33
33%
3
ranking 22
22%
2
ranking 11
11%
1
ranking 0
0%

45%

55%

Pedro
cadastrou em:
15/02/2019 22:53:39