Hegel e o Estado

Hegel e o Estado Eric Weil


Compartilhe


Hegel e o Estado


Cinco conferências seguidas de Marx e a filosofia do direito




Hegel e o Estado é a tese complementar que Eric Weil defende em 1950 com Lógica da Filosofia, sua tese principal. Eric Weil introduz os temas que ocuparão toda a sua vida: a filosofia da política, da moral e da história, o que Hegel chama de Espírito objetivo. Ele desenvolverá essa filosofia da ação em obras dedicadas à Filosofia Política (1956), à Filosofia Moral (1961) e aos Problemas Kantianos (1963).

Hegel e o Estado foi memorável na recepção da filosofia política de Hegel na França. Hegel não é o filósofo oficial de um governo reacionário, mas elabora o conceito de Estado moderno, formulando o problema da articulação das diversas esferas da política: as esferas da pessoa privada ou do direito, da moral viva ou da família, da economia e da política propriamente dita, em que todos os interesses particulares se encontram na exigência de sua universalização. Ele coloca os problemas fundamentais do Estado moderno: a alienação do trabalhador, a oposição entre os ricos e os pobres e a formação do proletariado, o que permite ao autor concluir que: “a teoria hegeliana do Estado é correta porque analisa corretamente o Estado real de sua época e da nossa”.

Edições (1)

ver mais
Hegel e o Estado

Similares

(3) ver mais
Hegel e o Hegelianismo
Como Ler Lacan
A Filosofia na Época Trágica dos Gregos

Estatísticas

Desejam8
Trocam1
Avaliações 4.5 / 2
5
ranking 50
50%
4
ranking 50
50%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

80%

20%

V'nian Purks
cadastrou em:
19/07/2014 01:21:19