Humano, Demasiado Humano

Humano, Demasiado Humano Friedrich Nietzsche


Compartilhe


Humano, Demasiado Humano


Um Livro para Espíritos Livres




Este livro é composto de duas coletâneas de aforismos: Opiniões e sentenças diversas, de 1879, e O Andarilho e Sua Sombra, de 1880. Elas foram publicadas originalmente como continuações de Humano, Demasiado Humano (de 1878). Alguns anos depois, ao reeditar suas obras e escrever novos prefácios para elas, Nietzsche juntou essas duas num só volume, dando-lhe o título geral de Humano, Demasiado Humano II. Então elas passaram a constituir a mais ampla reunião de aforismos do autor - um total de 758. Eles desenvolvem e aprofundam os variados temas do livro anterior, de modo que interessam não apenas a estudiosos da filosofia, mas também a psicólogos, artistas, historiadores, sociólogos, teólogos e juristas.

Filosofia

Edições (9)

ver mais
Humano, demasiado humano
Humano, Demasiado Humano
Humano, Demasiado Humano
Humano, Demasiado Humano

Similares

(4) ver mais
DICIONÁRIO NIETZSCHE
Outrora
Genealogia da Moral
Além do Bem e do Mal

Resenhas para Humano, Demasiado Humano (21)

ver mais
Cortem tudo o que houver em demasia e terás em mãos uma bela leitura.
on 16/4/13


Considero este o melhor livro do polêmico e instigante filósofo Nietzche. Embora discorde de sua proposta "demasiado humana", por considerá-la desumana, propondo o afastamento da vida social e um vir-a-ser narcisista e anti-ético, não se pode negar que provoca alguns afetos relevantes naquele que se encoraja a lê-lo. Para além do texto escrito de maneira belíssima, a própria exacerbação da vontade, se interpretado como reconhecimento da relevância do auto-conhecimento; a valorizaçã... leia mais

Vídeos Humano, Demasiado Humano (1)

ver mais
Humano, demasiado humano

Humano, demasiado humano


Estatísticas

Desejam444
Trocam36
Avaliações 4.3 / 1.294
5
ranking 51
51%
4
ranking 30
30%
3
ranking 17
17%
2
ranking 2
2%
1
ranking 0
0%

46%

54%

Raphael R. Almeida
editou em:
12/02/2019 13:34:38