Iemanjá,  a  Deusa do Mar

Iemanjá, a Deusa do Mar Marlene Perlingeiro


Compartilhe


Iemanjá, a Deusa do Mar


Iemanjá — Queen of the Sea [Hardcover]




Livro infanto-juvenil, publicado em Português, Japonês, Inglês e Espanhol, ilustrado com xilogravuras da autora — Marlene Perlingeiro. [ISBN: 4880124699] "Iemanjá é a divindade mais popular das religiões afro-brasileiras. Seu culto remonta às crenças de africanos trazidos como escravos que se fixaram à nova terra na América do Sul e Brasil. No correr do tempo, Iemanjá adquiriu novos traços e características locais, mas a autora contempla aqui a deusa em sua origem africana. A natureza aparece como mãe protetora: Iemanjá se revela muito próxima e humana, uma presença amiga em suas reações e manifestações".
|...| 絵本『海の女神、イエマンジャ』のスペイン語版。アフリカからブラジルへ渡った神話は数多く存在しますが、中でも最も有名なのがイエマンジャの伝説です。その起源は数百年前にさかのぼり、奴隷として南アメリカ大陸へとやってきた人々がもたらしました。それ以後、イエマンジャ伝説には幾度となく改変が加えられて内容は豊かになりましたが、本書では元の伝説に近いものを採用しています。そして語り手である擬人化された海が少女マリーナに語り聞かせる内容は、アフリカ文化を研究した学者の通説でもあるのです。イエマンジャは自然を守る女神の姿で登場しますが、人間からかけ離れたものではなく、むしろ人間に近くて親しみやすいイメージを映しています。
===[Wikipedia] Na mitologia da cultura yorubá, Orixás (yoruba Òrìsà; em espanhol Oricha; em inglês Orisha).
Yemanjá, Yemanyá, Yemojá, Iemanjá — orixá feminino dos mares e limpeza, mãe de muitos orixás. Dona da fertilidade feminina e do psicológico dos seres humanos, protetora dos pescadores e jangadeiros. |...| Na mitologia yorubá, o dono do mar é Olokun, que é pai de Iemanjá, sendo ambos de origem Egbá (Nigéria): Yemojá é saudada como Odò ("rio") ìyá ("mãe") pelo povo Egbá, por sua ligação com Olokun, orixá do mar (masculino no Benim e feminino em Ifé), referida como sendo "a Rainha do Mar" no Brasil e em outros países da América continental e insular. É cultuada no rio Ògùn, em Abeokuta. Pierre Verger, no livro Dieux d'Afrique, registrou: "Iemanjá é o orixá das águas doces e salgadas dos Egbá, uma nação yoruba estabelecida outrora na região entre Ifé e Ibadan, onde existe ainda o rio Yemoja. As guerras entre nações yorubás levaram os Egbá a emigrar na direção oeste, para Abeokuta, no início do século XIX. Não lhes foi possível levar o rio, mas transportaram consigo os objetos sagrados, suportes do axé da divindade.
|...| Em Salvador, Bahia, ocorre anualmente, no dia 2 de fevereiro [Dia de Nossa Senhora dos Navegantes], a maior festa do Brasil em homenagem à "Rainha do Mar". A celebração envolve milhares de pessoas que, trajadas de branco, saem em procissão até o templo-mor, localizado próximo à foz do Rio Vermelho, onde depositam variedades de oferendas, tais como espelhos, bijuterias, comidas, perfumes e toda sorte de agrados. Todavia, na cidade de São Gonçalo, Rio de Janeiro, os festejos de Nossa Senhora da Luz, N.S. da Purificação, das Candeias, Candelária & Iemanjá acontecem no dia 10 de fevereiro. |...| "Iemanjá, rainha do mar, é também conhecida por dona Janaína, Inaê, Princesa de Aiocá e [N.S. Maria dos Navegantes], no [sincretismo religioso], paralelismo com a religião católica. Aiocá é o reino das terras misteriosas da felicidade e da liberdade, imagem das terras natais da África, saudades dos dias livres na floresta". -- Jorge Amado.

Edições (1)

ver mais
Iemanjá,  a  Deusa do Mar

Similares

(28) ver mais
Saci,  o Espírito da Selva
A Estrela de Iemanjá
Xangô, o Trovão
Ifá, o Adivinho

Estatísticas

Desejam3
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 5.0 / 2
5
ranking 100
100%
4
ranking 0
0%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

22%

78%

orffeus
cadastrou em:
19/11/2013 02:19:53