Indignação

Indignação Philip Roth


Compartilhe


Indignação





Neste romance, Philip Roth surpreende críticos e leitores com uma história que escapa completamente à temática de seus trabalhos anteriores, como Homem comum ou O fantasma sai de cena, que versavam sem meios tons sobre o fim da vida e suas mazelas físicas e espirituais. O que temos agora é a experiência iniciática de um jovem de dezoito anos, Marcus Messner, nascido e criado em Newark, Nova Jersey, esbanjando vigor, ambição, ousadia e desejos irrefreáveis ao ingressar na vida adulta.

Filho único de um açougueiro kosher superprotetor, Messner busca uma faculdade do Meio-Oeste americano, bem longe de casa, o que lhe permite escapar da sufocante vigilância do pai, da medíocre universidade local onde cursara o primeiro ano e de suas funções como ajudante no açougue. Corre o ano de 1951, e os Estados Unidos enfrentam uma guerra cruenta na Coreia, conflito que paira como ameaça letal sobre o agora segundanista de direito em risco de ser convocado para lutar no front, caso não consiga se destacar nos estudos acadêmicos e no curso para o oficialato. Furtando-se, pois, a vícios, prazeres e uma vida social universitária, o personagem-narrador se entrega aos estudos de forma a jamais tirar menos que 10 em todas as matérias.

Entretanto, um poderoso obstáculo se interpõe nos planos de Messner: seu próprio temperamento, irredutível a convenções hipócritas, como assistir a preleções obrigatórias sobre a Bíblia na igreja evangélica do campus e participar do mundinho das fraternidades. Isto, sem contar a irrupção anárquica do sexo e do amor em sua vida, na figura tão adorável quanto enigmática de sua colega de classe Olivia Hutton.

Indignação demonstra com sutil maestria as vias insuspeitas que conduzem eventos e escolhas aparentemente banais na vida de um jovem a resultados de uma gravidade desproporcional. Roth exibe neste romance curto mas de enorme densidade humana, social, política e literária, um inconformismo explosivo de adolescente em busca de seus próprios caminhos na vida, alguns dos quais poderão incitar a ira vingativa de uma sociedade conservadora gerida por mentes tacanhas.

Ficção / Literatura Estrangeira / Romance

Edições (3)

ver mais
Indignação
Indignação
Indignação

Similares

(14) ver mais
Vozes na Rua
A Humilhação
Zuckerman Acorrentado
Nêmesis

Resenhas para Indignação (34)

ver mais
on 29/6/09


Já disse Camus que rebelde é o homem que diz não. Nesse sentido, Marcus Messner, o protagonista de “Indignação”, talvez seja um rebelde: é capaz de dizer não à hipocrisia, ao conformismo, às convenções e até mesmo a Deus. Mas o preço que Messner irá pagar por essa suposta rebeldia (ou seria coerência?), a partir do momento em que entrar na universidade e passar a lidar com uma série de questões até então inéditas para ele, é completamente incompatível. A sensação de absurdo diante de ... leia mais

Vídeos Indignação (2)

ver mais
Indignação, de Philip Roth - Resenha

Indignação, de Philip Roth - Resenha

Indignação | Trailer legendado | 3 de novembro nos cinemas

Indignação | Trailer legendado | 3 de novembr


Estatísticas

Desejam130
Trocam1
Avaliações 4.2 / 523
5
ranking 44
44%
4
ranking 39
39%
3
ranking 15
15%
2
ranking 2
2%
1
ranking 0
0%

43%

57%

silas.
cadastrou em:
07/06/2009 12:32:26
Jenifer
editou em:
07/09/2019 15:17:38