Introversos

Introversos Gustavo Dutra


Compartilhe


Introversos #1


Versos da cabeça de um introvertido




Nota do autor:

Longe de mim querer dizer ao estimado leitor como fazer seu próprio trabalho, porém, dou aqui alguma informação que talvez lhe seja útil na hora de ler o presente material: Introversos é um livro que se passa na cabeça de um introvertido; cada poema é um fragmento de uma sensação, é um momento, é uma conclusão, uma epifania. Portanto, para entender a linha de raciocínio que se constrói na cabeça do dito introvertido, é interessante seguir sequencialmente na leitura, um a um, um após o outro.

Claro que deixo à escolha do leitor decidir se quer ou não seguir as instruções, pois pode ele pensar muito mal a respeito daquele que escreve, afinal, qual a graça da interiorização da obra se a ela já vem com manual?

Bom, se acaso aprouver ao leitor experimentar a obra seguindo apenas seus próprios instintos e vontades, que este ignore o supracitado e foque apenas nas seguintes palavras arranjadas da seguinte forma:

Se a borboleta representa a felicidade, a beleza no mundo, também representa as ilusões e idealizações construídas para que o mundo pareça realmente belo; já a lagarta, na nojeira e feiura de si, está mais para a realidade, a vida como ela realmente é.

O introvertido, na medida que vê o mundo externo aos seus olhos, internaliza e, ao internalizar, cria seu próprio mundo. Um mundo à parte, um mundo só seu, que só existe em sua cabeça, que fica entre a lagarta e a borboleta.

Poemas, poesias

Edições (1)

ver mais
Introversos

Similares


Estatísticas

Desejam
Informações não disponíveis
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 0 / 0
5
ranking 0
0%
4
ranking 0
0%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

0%

0%

Artur
cadastrou em:
15/01/2016 08:43:59
Gustavo.Dutra
editou em:
18/01/2016 13:31:22