Jamais o fogo nunca

Jamais o fogo nunca Diamela Eltit


Compartilhe


Jamais o fogo nunca





Jamais o fogo nunca é o primeiro romance da escritora chilena Diamela Eltit traduzido para o público brasileiro. Com um título que provém de um enigmático verso de César Vallejo, o romance se constitui pela voz, em primeira pessoa, de uma mulher cujo dado biográfico essencial é ter sido uma sobrevivente da luta política no período do regime militar, luta que trouxe consigo a delação, o cárcere e a perda de um filho.

A obra parte desse pano de fundo histórico e pessoal para seguir em direção ao microcosmo dessa voz e examinar o tecido medular das subjetividades que trançaram as utopias e sentidos do século XX, encarando a condição precária dos corpos excedentes desse tempo. A partir de uma máxima ambiguidade, o romance se abre a diversas possibilidades, nas quais oscila e se dissolve a fronteira entre a vida e a morte, entre o corporal e o social. A noção de célula funciona, no romance, como chave política, mas, também, como unidade básica do corpo, ambas as arestas ali presentes para produzir a explosão e a confusão entre corpo e política.

Ficção / Literatura Estrangeira / Romance

Edições (1)

ver mais
Jamais o fogo nunca

Similares


Resenhas para Jamais o fogo nunca (5)

ver mais
Quando o caminho se ilumina por um fóforo
on 24/6/21


“Jamais o fogo nunca fez melhor o seu papel de morto frio.” - César Vallejo Os versos do poeta peruano que dão título e epígrafe do romance de Eltit não poderiam dar lugar a qualquer outro. Esse romance é como um fósforo do qual só se vê a trilha deixada pelo fogo - o ardor da juventude, os sonhos da militância, a ilusão da igualdade, o sonhos de futuro: apagados. Há uma criança que morre e outra que não nasce, uma mulher ou mais com seus desejos massacrados pelo companheiro e... leia mais

Estatísticas

Desejam61
Trocam2
Avaliações 3.8 / 62
5
ranking 26
26%
4
ranking 45
45%
3
ranking 19
19%
2
ranking 8
8%
1
ranking 2
2%

24%

76%

Srta. Oliver
cadastrou em:
05/07/2017 20:12:54
Jenifer
editou em:
10/08/2019 22:06:46

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR