Jubiabá

Jubiabá Jorge Amado


Compartilhe


Jubiabá





Antônio Balduíno nasce órfão no morro do Capa-Negro, que tinha como grande referência espiritual o centenário feiticeiro e ex-escravo Jubiabá. Depois de uma infância de liberdade e pequenos delitos nas ruas de Salvador,num ambiente similar ao que seria desenvolvido em Capitães da Areia, vira malandro, sambista e desordeiro, até ser transformado em boxeador profissional por um empresário italiano.

Encerra a carreira prematuramente ao tomar uma surra no ringue numa noite de bebedeira e acaba indo trabalhar nas plantações de fumo do Recôncavo Baiano. Explorado ao extremo, apunhala um homem, foge, se engaja num circo ambulante, volta a Salvador, vira estivador, faz greve. Ao longo dessas muitas vidas, choca-se contra o mundo das mais variadas formas, até atingir um vislumbre de compreensão da realidade que o cerca e de seu lugar nela.


Literatura Brasileira / Romance

Edições (15)

ver mais
Jubiabá
Jubiabá
Jubiabá
Jubiabá

Similares

(4) ver mais
Mar morto
Mar Morto
Mar Morto / Capitães da Areia
O Compadre de Ogum

Resenhas para Jubiabá (44)

ver mais
perfume de dendê
on 5/6/20


Esse livro é impressionante por muitos motivos. Publicado em 1935, foi o quarto romance de Jorge Amado, quando o autor contava apenas 23 anos. Trata-se de um dos primeiros romances brasileiros que tem um negro como protagonista – e não se enganem, não é o Pai-de-Santo Jubiabá, mas Antônio Balduíno, aventureiro, imperador mendigo, sambista, boxer, lavrador e, finalmente, ativista político. E por falar em Jubiabá, esse também é um dos primeiros livros a descrever de forma consistente alg... leia mais

Estatísticas

Desejam157
Trocam25
Avaliações 3.8 / 1.284
5
ranking 30
30%
4
ranking 36
36%
3
ranking 26
26%
2
ranking 6
6%
1
ranking 2
2%

34%

66%

Adonias
editou em:
19/10/2015 19:59:42

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR