Livro da Mil e Uma Noites

Livro da Mil e Uma Noites Mamede Mustafa Jarouche


Compartilhe


Livro da Mil e Uma Noites #1


Volume 1 - Ramo Sírio




Bem-aventurados os leitores que, pela primeira vez, vão deleitar-se com essas noites traduzidas do original. E não menos felizes são os que já as conhecem, pois, como escreveu Jorge Luis Borges, "'As Mil e Uma Noites' não morreram... continuam crescendo, ou recriando-se. E o infinito tempo do livro continua o seu caminho".

O tradutor Mamede Jarouche compulsou várias versões manuscritas e impressas em árabe, e o resultado é surpreendente. Além de captar o ritmo e a melodia original, Jarouche encontrou o tom e a dicção da fala dos personagens, e enriqueceu a tradução com notas esclarecedoras que revelam um conhecimento profundo da língua árabe e da cultura oriental.

A história dos manuscritos do "Livro das Mil e Uma Noites" já é em si surpreendente. A primeira menção ao "Livro" data do século IX, mas o miolo principal foi escrito na segunda metade do século XIII, depois da invasão e devastação de Bagdá pelos mongóis. Outras histórias foram acrescentadas e incorporadas ao "Livro" no século XVIII, quando surgiu a famosa tradução francesa de Antoine Galland, a primeira no Ocidente. Desde então, o "Livro" tornou-se um dos textos mais lidos, citados e comentados do mundo.

Antes da primeira noite, o leitor sabe que o rei Sâhriyãr foi traído por sua mulher, e que está traição pode ceifar a vida de todas as mulheres do reino. Mas Sahrãzãd decide arriscar sua própria pele a fim de salvar as outras mulheres. Então, começa a contar histórias ao rei. Em cada amanhecer o relato é interrompido num momento de suspense, à espera da próxima noite. Assim, o leitor se depara com tramas ardilosas e escabrosas, cheias de fantasia e surpresa, numa geografia mutável e exuberante como num sonho ou pesadelo. O inverossímil e o inexplicável participam dessas intrigas, que a imaginação da narradora multiplica e expande até a última noite, quando se casa com o rei e salva as mulheres da degola. É esse "repertório de maravilhas" que o leitor vai encontrar nas fábulas do "Livro das Mil e Uma Noites".

Milton Hatoum

Contos / Crônicas / Fantasia

Edições (3)

ver mais
Livro das Mil e Uma Noites
Livro das Mil e Uma Noites
Livro da Mil e Uma Noites

Similares

(37) ver mais
Livro das Mil e Uma Noites
Livro das Mil e Uma Noites
As Mil e Uma Noites
Kalila e Dimna

Resenhas para Livro da Mil e Uma Noites (15)

ver mais
Mil e Uma Noites (1)
on 23/4/11


Nas primeiras 200 páginas as histórias são dinâmicas e muito empolgantes, até começar a que Jafar conta ao califa, sobre Samsuddin, Nuruddin e Badruddin. Só ela ocupa 60 páginas, é desnecessariamente longa e pouco interessante... ficou penosa a esta altura. Se eu fosse Sahriyar, cortava pelo menos um dedinho de Sahrazad!... leia mais

Vídeos Livro da Mil e Uma Noites (3)

ver mais
As Mil e Uma Noites - Livro 1 l Lê Lendo Lido

As Mil e Uma Noites - Livro 1 l Lê Lendo Lido

As Mil e Uma Noites - Introdução l Lê Lendo Lido

As Mil e Uma Noites - Introdução l Lê Lendo L

O Livro das Mil e Uma Noites - Introdução

O Livro das Mil e Uma Noites - Introdução


Estatísticas

Desejam216
Trocam5
Avaliações 4.2 / 498
5
ranking 46
46%
4
ranking 32
32%
3
ranking 17
17%
2
ranking 4
4%
1
ranking 1
1%

35%

65%

Paulo
cadastrou em:
08/01/2009 00:34:17
Ricardo
editou em:
17/10/2019 09:01:00