Infância

Infância J. M. Coetzee




Infância


Cenas da vida na província I




Neste primeiro volume de ficção autobiográfica (de uma trilogia que se completa com Juventude e Verão), um narrador seco e distante conta, sempre no presente, a dura experiência de deslocamento de um garoto sul-africano. Em uma sociedade baseada na violência - que por isso mesmo irradia para todas as instâncias do cotidiano -, entre negros surrados por motivos banais, professores sádicos e colegas de escola truculentos, John mantém viva, como pode, a identidade "diferente". Tarefa difícil nessa infância nada rósea que J. M. Coetzee evoca: com um pai falastrão e perdulário, uma mãe excessivamente bondosa para esse mundo hostil e uma identidade familiar opaca - os Coetzee são de origem africânder, mas falam inglês em casa -, o menino John encontra refúgio só mesmo na introspecção, e o leitor testemunha a construção de uma personalidade fechada e solitária, que é a um tempo herdeira e vítima da brutalidade circundante.

Edições (1)

ver mais
Infância

Similares

(11) ver mais
Juventude
Verão
Verão
Os Mortos

Resenhas para Infância (6)

ver mais
on 9/7/10


Comecei Infância sem saber direito o que esperar e logo fui pega de surpresa por um personagem tão carne e osso, tão humano em suas contradições, que acabei me apaixonando logo de cara. Pelo personagem, pela narração, pelo ambiente... Embora na sinopse o narrador seja descrito como "seco e distante", é essa espécie de secura e de distância que, paradoxalmente, dá à narrativa um certo ar íntimo e morno, como se a gente estivesse acompanhando tudo bem de perto. O relacionamento complexo... leia mais

Estatísticas

Desejam60
Trocam2
Avaliações 4.0 / 174
5
ranking 30
30%
4
ranking 40
40%
3
ranking 26
26%
2
ranking 3
3%
1
ranking 1
1%

43%

57%

Monique
cadastrou em:
24/04/2010 18:45:02
Sylvia
editou em:
06/05/2015 19:03:36