Crânio de um louco

Crânio de um louco Dimas Barbosa


Compartilhe


Crânio de um louco





Os versos de um Crânio de um louco são mais sensatos que discursos ditos por aí com lucidez. Eles cortam, eles ferem como “fé cega, faca amolada”, mas nos consolam por ser vento contrário a tudo que é dogmático e fechado. A filosofia contida nesse “crânio” nos estimula a viver, a amar e a sofrer por tudo que vale a pena. Dimas, com este segundo livro, nos acerta em cheio, nos puxa pra leitura e reflexão do que deve ser a verdadeira poesia: saída aos borbotões do crânio de um louco. [ Jurandir Rodrigues Poeta e editor]

Poemas, poesias

Edições (1)

ver mais
Crânio de um louco

Similares


Estatísticas

Desejam
Informações não disponíveis
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 5.0 / 1
5
ranking 100
100%
4
ranking 0
0%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

50%

50%

tonho frança
cadastrou em:
06/02/2020 09:36:13
tonho frança
editou em:
06/02/2020 10:31:00