Zona de sombra

Zona de sombra Daniel Amorim


Compartilhe


Zona de sombra





Que presenças habitariam a zona de sombra nomeadora destes contos que marcam a estreia literária de Daniel Amorim? Viciados, suicidas, funcionários, artistas desencantados – toda uma ecologia urbana dos sem-sonhos. Nem luz, nem escuridão plena: a sombra é uma sugestão de que vemos, mas nunca temos certeza do que vemos. Os contornos mal definidos, as palavras que existem num lugar de hesitação, os propósitos que ficaram no passado. [...] Sobre as personagens, vale ressaltar os retratos predominantes, em primeiro plano, das figuras femininas, em cujos corpos e memórias vai sendo marcada de maneira mais cruel a experiência nas sombras. Perdidos muitas vezes entre mundos, como os jovens recém-saídos da universidade e jamais integrados à vida que deveria vir após, ou os velhos com cuja memória traumática permanecem magnetizados no passado, os personagens de Daniel Amorim buscam (na falta do sentido) ao menos os signos, mesmo que nunca plenamente compreendidos, como a fotografia, os filmes, as canções, que quase sempre parecem dizer respeito ao outro, mas que no fim talvez contem a história de todos e destes tempos. [por Alisson Leão]

Contos

Edições (1)

ver mais
Zona de sombra

Similares


Estatísticas

Desejam
Informações não disponíveis
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 0 / 0
5
ranking 0
0%
4
ranking 0
0%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

100%

0%

tonho frança
cadastrou em:
18/03/2020 11:05:34