Eu sou um gato

Eu sou um gato Natsume Soseki


Compartilhe


Eu sou um gato





Publicado inicialmente em forma de capítulos no Hototogisu, importante jornal literário da época, e lançado em 1905, Eu sou um gato é a estréia literária de Natsume Soseki e uma das primeiras faturas da renovação modernista da literatura japonesa. Com este livro, o autor atingiu imenso sucesso de público e crítica.

Ao aparecer num terreno baldio, o gato, narrador deste romance, depois de passar por algumas poucas adversidades, acaba parando numa casa onde é acolhido por Chinno Kushami, o professor mal-humorado e estagnado em sua completa falta de perspectiva. O autor ridiculariza a vida da intelectualidade do Japão da Era Meiji, mostrando a fragilidade do professor e daqueles que o cercam. Sugerindo-se sempre como um ser de raça superior, o gato, com sua pesada munição e ares de dândi, não poupa nada nem ninguém. Sua linguagem é carregada de sarcasmo quando o assunto é o ser humano. Mesmo quando há uma ternura esta é impregnada de deboche.

Literatura Estrangeira

Edições (1)

ver mais
Eu sou um gato

Similares

(12) ver mais
Soy un gato
Mar Inquieto
A Valise do Professor
E Depois

Resenhas para Eu sou um gato (18)

ver mais
Wagahai wa neko de aru
on 16/2/14


Após um título sugestivo e algumas breves apresentações, nossas suspeitas são confirmadas: o narrador é um felino. No entanto, não se trata de um gato fanfarrão como o Garfield que estamos acostumados, o narrador de Soseki é um animal sem nome, possuidor de notável inteligência e ironia. Apesar de dedicar muitas páginas expondo suas próprias experiências, ele concentra a história na sociedade japonesa, com críticas sempre direcionadas aos seres humanos. “Os humanos têm qua... leia mais

Estatísticas

Desejam247
Trocam2
Avaliações 3.9 / 373
5
ranking 38
38%
4
ranking 28
28%
3
ranking 23
23%
2
ranking 7
7%
1
ranking 3
3%

29%

71%

Manoel
cadastrou em:
01/02/2009 21:50:42
Maria Paula
editou em:
18/01/2017 19:20:05