Luuanda

Luuanda Luandino Vieira




Luuanda


Estórias




Três belas "estórias" dos musseques, os bairros pobres de Luanda, na deliciosa fala recriada de seus habitantes. É o que nos oferece este premiado Luuanda, publicado pela primeira vez em 1963, mas banido por mais de uma década da ANgola colonial.

Na primeira estória, "Vavó Xíxi e seu neto Zeca santos", o rapaz do título, sem emprego e morando num barraco, não tem o suficiente nem para comer, o que não impede de gostar de uma bela cmaisa amarela com flores coloridas ou, ainda, de sonhar com o amor de Delfina. Segue-se a "Estória do ladrão e do papagaio", em que o bando de João Miguel, o Via-Rápida, se reencontra na prisão para acertar as contas de um malogrado roubo de patos - e há também Garrida Kam´tuta, atormentado pelo papagaio que receb os carinhos que Inácia insiste em lhe negar. Por sim, em "Estória da galinha e do ovo", todos são chamadas a opinar: se Bina é quem alimenta a galinha da vizinha "nga" Zefa, não terá Bina direito ao ovo botado em seu próprio quintal? (...)

Edições (3)

ver mais
Luuanda
Luuanda
Luuanda

Similares


Resenhas para Luuanda (5)

ver mais
Complexidade velada
on 17/10/09


Ao ganhar a independência a custo de muito sangue, a imprensa entrevistou Luandino perguntando se agora o povo angolano voltaria a falar e escrever em quimbundo, Luandino respondeu que a língua portuguesa seria o troféu de guerra. Luandino está para Machado de Assis no desenvolvimento da literatura angolana tal como ela é hoje, e este é seu livro mais significativo, seu domínio da linguagem é indiscutível. O livro escrito entre 1962-63, enquanto o autor esteve preso, ganhou um grande ... leia mais

Estatísticas

Desejam19
Trocam3
Avaliações 3.9 / 166
5
ranking 33
33%
4
ranking 30
30%
3
ranking 29
29%
2
ranking 6
6%
1
ranking 2
2%

32%

68%

lukee
cadastrou em:
06/02/2009 16:52:01