Fahrenheit 451

Fahrenheit 451 Ray Bradbury


Compartilhe


Fahrenheit 451


A Adaptação Autorizada por Ray Bradbury




Ao lado de Admirável Mundo Novo e 1984, Fahrenheit 451 é uma das maiores obras-primas de ficção-científica de todos os tempos. O título refere-se à temperatura em que os livros queimam – 451 graus Fahrenheit ou 233 graus Celsius. Em uma sociedade futura distópica em que ter opinião própria é considerado uma conduta criminosa, todos os livros são proibidos. E a função dos bombeiros não é apagar incêndios, mas sim destruir pilhas e pilhas de literatura para que a sociedade viva sem conflitos. Nessa brilhante adaptação para graphic novel, Tim Hamilton teve o aval de Ray Bradbury na introdução, que diz: “O que você tem diante de si agora é mais um rejuvenescimento de um livro que já foi um curto romance, que já foi um conto, que já foi uma caminhada ao redor do quarteirão, um levante do túmulo e uma queda final da casa de Usher. Meu subconsciente é mais complicado do que eu imaginava. Aprendi com os anos a deixá-lo correr sem limites e me oferecer suas ideias assim que surgiam, sem dar preferência e sem tratamento especial. Quando chega a hora certa, de algum jeito elas se juntam e entram em erupção, jorrando de meu subconsciente e se derramando nas páginas. No caso da versão final de Fahrenheit 451, ilustrada aqui, eu trouxe todos os meus personagens ao palco outra vez e os repassei pela máquina de escrever, deixando meus dedos contarem as histórias e desenterrarem os fantasmas de outras histórias e outros tempos.”

Aventura / Distopia / Ficção / Ficção científica / Literatura Estrangeira

Edições (9)

ver mais
Fahrenheit 451
Fahrenheit 451
Fahrenheit 451
Ray Bradbury

Similares

(16) ver mais
Admirável Mundo Novo
Os ratos do Novo Mundo
Matadouro 5
O Sol É Para Todos

Resenhas para Fahrenheit 451 (59)

ver mais
Ray Bradbury dispensa apresentações, então nem vou botar um título
on 17/2/12


Em um mundo futurista em que os livros são proibidos, as ciências humanas quase não existem e o governo sutilmente controla o país com mão de ferro, os bombeiros agora não trabalham mais para apagar incêndios, mas sim para começá-los, e sua importante tarefa é livrar a sociedade do mal trazido pelos livros. O bombeiro Guy Montag é um homem simples. Ele se contenta com coisas como o cheiro de querosene, os vários aparelhos de tv e a visão das chamas consumindo páginas e mais páginas. ... leia mais

Estatísticas

Desejam249
Trocam4
Avaliações 4.3 / 1.842
5
ranking 50
50%
4
ranking 34
34%
3
ranking 14
14%
2
ranking 2
2%
1
ranking 0
0%

39%

61%

João gregorio
cadastrou em:
24/07/2019 22:47:28
Pri Paiva
editou em:
13/08/2019 15:57:38
Vivi
aprovou em:
25/07/2019 11:29:39