O Prisioneiro

O Prisioneiro Erico Verissimo




O Prisioneiro





Envolvido numa guerra fratricida em terra estrangeira, um tenente prestes a voltar a seu país presencia uma cena dramática: uma bomba destrói o bordel onde ele estava poucos momentos antes e mata a moça por quem se apaixonara. Um dos terroristas, capturado logo depois pelas forças aliadas, é um jovem de apenas dezenove anos cujas feições o remetem à amante morta. O coronel encarrega o oficial de interrogar o prisioneiro e descobrir o paradeiro de uma segunda bomba. Não há tempo a perder. O tenente tem duas horas para obter a verdade. Escrito em 1967, o romance se inspira nos eventos da Guerra do Vietnã. Érico Veríssimo descreveu-o como "fábula moderna sobre vários aspectos da estupidez humana", entre os quais a guerra e o racismo. O tenente negro sofre preconceito em sua terra natal. Reluta se deve ceder à engrenagem - a mesma que tirou a vida de seu pai. A vida e a dignidade de um homem valem menos do que a vida das muitas pessoas que o tenente poderia salvar? Os fins justificam os meios? Romance de conteúdo antibelicista com profunda repercussão moral, O prisioneiro suscita questões urgentes ainda em nossos dias.

Edições (8)

ver mais
O Prisioneiro
O Prisioneiro
O Prisioneiro
O Prisioneiro

Similares


Resenhas para O Prisioneiro (12)

ver mais
on 26/9/09


O autor traça o perfil psicológico dos personagens, mostrando seus dramas, traumas, preconceitos... levando o leitor a entrar num outro universo. É uma crítica aos Estados Unidos, que por se acharem "donos do mundo", se meteram na Guerra do Vietnã, matando pessoas para proteger os aliados... em suma, o maior conflito no livro é o ideológico, onde os valores humanos são explorados... onde a cor predomina, onde há a eterna dúvida... razão ou coração?... leia mais

Estatísticas

Desejam34
Trocam10
Avaliações 4.0 / 243
5
ranking 36
36%
4
ranking 30
30%
3
ranking 29
29%
2
ranking 4
4%
1
ranking 1
1%

42%

58%