Emily Dickinson

Emily Dickinson Emily Dickinson


Compartilhe


Emily Dickinson


Poemas escolhidos




EDIÇÃO BILÍNGUE // "À exceção de Kafka, não lembro de nenhum escritor que tenha expressado o desespero com tanta força e constância quanto Emily Dickinson." - Harold Bloom //

Foi somente após a morte de Emily Dickinson (1830-1886) que sua família descobriu os 1.775 poemas que compõem a totalidade da sua obra. Apenas uns poucos haviam sido publicados durante a vida da poeta, em periódicos. Nesta antologia bilíngüe, o leitor terá uma deliciosa amostra das poesias daquela que, juntamente a Walt Whitman, é um dos grandes nomes da lírica norte-americana do século XIX. São poemas ora de indizível leveza, sobre pequenas coisas do dia-a-dia e a fluidez do tempo, ora composições mais pesadas, que tratam da morte e de tensões psicológicas. Dickinson, verdadeiro espírito livre, pensa e expressa estes versos – muitos dos quais inéditos no Brasil – com sua peculiar sensibilidade que transforma em beleza trágica a brevidade da vida.

Edições (1)

ver mais
Emily Dickinson

Similares

(1) ver mais
Poemas Escolhidos

Resenhas para Emily Dickinson (2)

ver mais
on 27/8/17


Os poemas de Dickinson estão entre os mais tristes que já li, as imagens líricas que ela forma de maneira simples e minimalistas são carregadas de uma melancolia sem fim, dentre os melhores traduzidos desta edição felizmente bilingue está este: "Para as assombrações, desnecessária é a alcova, Desnecessária, a casa - O cérebro tem corredores que superam Os espaços materiais. Mais seguro é encontrar à meia-noite Um fantasma, Que enfrentar, internamente, Aquele hóspede pálido.... leia mais

Estatísticas

Desejam26
Trocam1

lah
cadastrou em:
11/07/2011 18:52:43