Pingos de sangue no play

Pingos de sangue no play Ana Maria Moretzsohn


Compartilhe


Pingos de sangue no play





Domingo, já escurecendo. Eu estava sentada num brinquedo do playground do prédio. Claro que não estava brincando. Play é para crianças.” Foi neste local – que, em princípio, seria cenário para um encontro amoroso às escondidas –, que Nena, de 13 anos, aguardava ansiosa por Corvo, seu primeiro namorado. A noite prometia algo romântico, mas, ao invés de beijos apaixonados no play, vestígios de sangue pelo chão anunciaram a ocorrência de um crime que iria movimentar a vida de todos os moradores do prédio, e adiar o clima de romance entre os dois.

O corpo encontrado atrás do pula-pula do play, com a camisa suja de sangue, era de seu Bombinha, o sempre prestativo porteiro do prédio. Nena o encontrou e se sentiu envolvida com aquilo, a ponto de buscar o culpado por conta própria. Para isso, a detetive-mirim tem que desafiar a própria polícia, driblar os questionamentos dos pais e, no meio disso tudo, encontrar ainda tempo para cultivar o recente namoro.

Alguns amigos entram em cena formando uma verdadeira equipe de investigação. Pati, Manu e Mari se revezavam com Nena e Corvo na missão de listar todos os suspeitos e observar seus comportamentos no dia a dia. Contam ainda com a ajuda de Pepe, que investigaria a vida dos moradores pelo computador. A ordem era primeiro descobrir o criminoso, depois poderiam voltar à vida normal.

A primeira pista do crime não parecia pertencer a alguém perigoso, mas deu início a uma série de rastros e informações que se cruzavam, sobre um mistério cada vez mais instigante à medida que se revelava. Entre os principais suspeitos, surgiram personagens sugestivos como o Mata-Boy e o Jorge Militone. O amigo Luisão, que era ajudante do porteiro, revelou-se uma peça-chave nas investigações, abrindo a questão do porte de armas.

Nesta aventura de mistério, a escritora e roteirista Ana Maria Moretzsohn – que foi responsável, junto com Ricardo Linhares, pela implantação do programa Malhação na TV Globo – presenteia os jovens leitores com uma narrativa de suspense, delineada por uma linguagem descontraída, cômica e sarcástica e um desfecho inimaginável.

Edições (1)

ver mais
Pingos de sangue no play

Similares


Resenhas para Pingos de sangue no play (2)

ver mais
A autora cagou o final
on 4/7/16


Confesso que so comprei pela capa O livro é bem infantilzinho mas o misterio é relmente imprevisivel. So que autora resveu cagar no final.... leia mais

Estatísticas

Desejam20
Trocam1
Avaliações 3.3 / 19
5
ranking 16
16%
4
ranking 26
26%
3
ranking 32
32%
2
ranking 26
26%
1
ranking 0
0%

10%

90%

tiagoodesouza
cadastrou em:
24/08/2011 21:52:38