Memórias de um Vendedor de Mulheres

Memórias de um Vendedor de Mulheres Giorgio Faletti




Memórias de um Vendedor de Mulheres





1978. Enquanto a Itália vive os dramáticos dias do sequestro do seu ex-primeiro-ministro Aldo Moro, Milão, esgotada pelos confrontos políticos e ameaçada pela criminalidade, prepara-se para se entregar aos prazeres excessivos dos anos 1980. Para a rica sociedade milanesa, que passa os verões em Santa Margherita e Paraggi, as diversões se tornam cada vez mais extremas, em um clima de fim de império.
É nesse ambiente que são conduzidos os negócios de um homem enigmático e fascinante, vítima de uma mutilação causada por sua insolência. Todos o conhecem como Bravo. Ele trabalha com mulheres. Vendendo-as. Sua existência é uma longa noite em claro partilhada com desesperados. O único ser humano com quem parece ter uma relação normal é Lúcio, seu vizinho cego. Em comum, eles têm a paixão pelos criptogramas.
O surgimento repentino de uma garota, Carla, torna a despertar em Bravo sensações que ele acreditava adormecidas para sempre. Na verdade, este é o início de um pesadelo que o transformará em um homem procurado pela polícia, pelo serviço secreto, pelo crime organizado e pelos militantes das Brigadas Vermelhas. Para se salvar, ele poderá contar apenas consigo mesmo. O mundo real exige sua presença e o põe diante da violência do seu tempo. Trata-se de algo tão sinistro que faz seus tráficos torpes parecerem puros como água cristalina.

Ficção / Literatura Estrangeira

Edições (1)

ver mais
Memórias de um Vendedor de Mulheres

Similares

(6) ver mais
Bel Canto
Perto de Você
Bel Canto
Perto de Você

Resenhas para Memórias de um Vendedor de Mulheres (25)

ver mais
Memórias de um Vendedor de Mulheres, por Ana Nonato.
on 18/5/12


Veja também em: http://seismilenios.blogspot.com.br/2012/06/resenha-memorias-de-um-vendedor-de.html Enredo "Eu me chamo Bravo e não tenho pau." Esta é a primeira frase do livro. Bravo, o protagonista, instiga a imaginação do leitor ao ser um ponto fora da curva - ele não fez mudança de sexo, tampouco é um eunuco. Como ele mesmo diz, não nasceu assim. Qual seria a razão por ter sido privado de seu órgão genital? Nas primeiras páginas, o leitor confirma o ofício do protagonista: vendedo... leia mais

Estatísticas

Desejam203
Trocam30
Avaliações 4.0 / 408
5
ranking 39
39%
4
ranking 34
34%
3
ranking 21
21%
2
ranking 4
4%
1
ranking 1
1%

22%

78%

Amanda
cadastrou em:
25/04/2012 15:56:44
Vivi
editou em:
18/03/2016 09:41:52
Vivi
aprovou em:
18/03/2016 09:41:57