A Máquina de Madeira

A Máquina de Madeira Miguel Sanches Neto




A Máquina de Madeira





Uma enorme máquina taquigráfica chega ao Rio, vinda numa embarcação do Recife. Quem acompanha o desembarque é seu criador, o padre Francisco João de Azevedo. A máquina é uma das revoluções do século XIX. Com ela, sermões e discursos poderão ser transcritos com agilidade até então desconhecida, como que num registro do próprio progresso brasileiro. É um momento de ebulição nas ciências nacionais. Dezenas de inventores se agrupam no prédio da Exposição Universal, que receberá a visita do Imperador D. Pedro II e de investidores do mundo todo. Nas ruas, a expectativa de um salto industrial e econômico para o Brasil. Neste romance histórico, o escritor Miguel Sanches Neto usa a trajetória do padre Azevedo, precursor da máquina de escrever, para narrar a formação da identidade de um país.

Edições (2)

ver mais
A Máquina de Madeira
A Máquina de Madeira

Similares


Resenhas para A Máquina de Madeira (2)

ver mais
Almeida em Prosa - Resenha: A Máquina de Madeira
on 19/2/13


Pesquisando romances históricos no contexto do Rio de Janeiro do século XIX, deparei com o interessante A Máquina de Madeira (Ed. Companhia das Letras) de Miguel Sanches Neto. O livro narra a história do Padre Francisco João Azevedo – inventor uma máquina de escrever de madeira em meados do século XIX no Recife. O autor dividiu o romance em duas partes: Londres e Nova York, representando cada cidade o anseio do Padre Azevedo em revelar sua máquina taquigráfica no exterior. As ... leia mais

Vídeos A Máquina de Madeira (1)

ver mais
A Máquina de Madeira (Miguel Sanches Neto) | Portão Literário

A Máquina de Madeira (Miguel Sanches Neto) |


Estatísticas

Desejam25
Trocam5
Avaliações 3.5 / 58
5
ranking 17
17%
4
ranking 31
31%
3
ranking 41
41%
2
ranking 7
7%
1
ranking 3
3%

39%

61%

Letti
cadastrou em:
30/10/2012 16:21:44