A Casa número 11

A Casa número 11 Renato Ozz

Compartilhe


A Casa número 11


O Assassino do Cano Duplo




Em sua primeira aventura, Eduardo Savigny tem dez anos e meses, e seus pais são vendedores que mudam de residência constantemente em decorrência da profissão. Além dos pais, após a morte dos avós, ele não tem outros parentes e nem amigos. Seus pais cercam-no de regras, deixando-o sozinho em casa, com o cachorro, enquanto trabalham, até retornarem, proibindo-o de sair, comunicar-se com estranhos ou até mesmo abrir as janelas.
Certo dia, após mudarem para a casa número 11, numa cidade interiorana, durante uma das viagens de trabalho, seus pais encontram a morte pelas mãos de Rufus, um homem cruel, que, estuprando e matando, elimina todos os que se colocam em seu caminho, utilizando um rifle de cano duplo. Eduardo, sem saber disso, permanecendo sozinho, na casa, alimenta todo tipo de fantasia, por dias seguidos, tendo como companhia e comunicando-se com “pessoas e seres”, que sua paranormalidade ainda infantil lhe apresenta.
Entre todas as suas dúvidas, pelo retorno ou não dos pais, ao lado do inseparável cão e dos livros de fantasia pelos quais é apaixonado, mantendo-se fiel ao juramento de não sair porta afora, nem por um minuto, em meio à escassez de alimento, Eduardo descobrirá, junto com os “espíritos, miragens e os vultos”, o modo secreto para vencer o inimigo Rufus, o assassino do cano duplo, que imaginando capturar Eduardo e tudo o mais que existir na casa, não hesitará em destruir todos os seus obstáculos.
Alertado pelos “espíritos, miragens e vultos”, Eduardo prepara a defesa da casa, para enfrentar algo que nem sabe o que é, como é e nem quando irá ocorrer. Mas ele e os seus parceiros espirituais deverão ser rápidos; pois o mal, personificado na figura do assassino, se aproxima a passos largos das cercas da casa da estufa, a CASA NÚMERO 11, o lugar onde Eduardo Savigny descobriu-se para o mundo espiritual.

Edições (1)

ver mais
A Casa número 11

Similares


Resenhas para A Casa número 11 (1)

ver mais
on 22/1/13


Eduardo, um menino de nove anos que passa os dias sozinho em casa na companhia do seu cachorro e seu herói Harry Potter, enquanto seus pais trabalham fora como vendedores autônomos, mas em um determinado dia tudo muda, acostumado com os avisos e advertências dos pais para não abrir a porta para ninguém e não sair de casa, depois de um incidente e de receber um sermão do pai Eduardo decide obedecer sem questionar, por habito sua mão enche a casa de avisos. Durante uma visita a um clie... leia mais

Estatísticas

Desejam6
Trocam3
Avaliações 3.8 / 9
5
ranking 44
44%
4
ranking 22
22%
3
ranking 11
11%
2
ranking 11
11%
1
ranking 11
11%

35%

65%

Rafa
cadastrou em:
16/11/2012 17:42:41