Demetrius - Um coração grego

Demetrius - Um coração grego Roberto Laaf




Demetrius - Um coração grego





Numa época sombria para os helenos, em que a supremacia do Mediterrâneo era disputada entre Roma e Cartago, e em que a Hélade já não contava mais com seus antigos heróis, nasce na cidade de Mantinéia, no centro do Peloponeso, um homem que cresceria virtuoso e apaixonado por sua nação, para lutar contra tudo e contra todos, exaurindo suas forças na busca da restauração do poder e da glória de sua terra.



Nascido em época posterior à plenitude de sua nação, quando seus próprios compatriotas já não acreditavam mais na possibilidade de mudanças, como viveria esse homem, cujo coração, desde sua mais tenra idade, trazia gravado o amor por sua terra, quando os próprios helenos tornavam-se inimigos uns dos outros?



Quem seria esse homem, que dividido entre o amor por sua pátria e a paixão avassaladora por uma linda mulher, veria seus caminhos inevitavelmente separarem-se diante de seus olhos, obrigando-lhe a escolher apenas um?



Esse homem é Demetrius, que ama sua pátria, que luta por um ideal, que sofre, que sangra, que chora, mas que cativa, lidera e conquista. É traído por amigos e por inimigos, é levado a mentir e também a trair. É invejado e odiado, mas também é admirado e amado.



Esse homem é Demetrius, um mantinense emotivo e ao mesmo tempo aguerrido que, apesar de atormentado por todas as intempéries do sentimento humano, faz de seu coração o lugar mais heleno de toda a Hélade.



---



— Eu acredito, Demetrius, que se a Hélade está hoje em ruínas, e perdendo territórios para povos como romanos e persas, é porque jamais nos cansamos de lutar uns contra os outros. É triste o que irei dizer, mas o pior inimigo de um heleno, é outro heleno.



Ao ouvir as palavras de Solano, Demetrius baixou os olhos para o cadáver deitado sobre o escudo que ajudava a carregar, e imaginou como a Grécia poderia ter chegado àquele ponto. Sempre ouvira as gloriosas histórias narradas por seu velho amigo Anaxágoras, e não conseguia entender como as coisas haviam saído tanto do rumo.


Edições (1)

ver mais
Demetrius - Um coração grego

Similares

(7) ver mais
Portões de Fogo
Tempos de Guerra
Amílcar
Aníbal

Resenhas para Demetrius - Um coração grego (3)

ver mais
Lagrimas
on 28/8/09


Nossa, muitas lagrimas e soluços.. Um coração, um agrande coração.. que resitiu as ciladas da vida, que foi traido e absolvido, que foi amado por todos e odiado por outros milhares.. Talvez eu tenha que reescrever essas linhas, com as minhas impressões, quando as lagrimas cessarem e soluços não serem tantos.. acabei de ler, nesse minuto.. e ainda estou muito absorvida pela historia toda! "viver alguns momentos ao lado daquele grego que foi pura paixão em tudo o que sempre fez na vid... leia mais

Estatísticas

Desejam13
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.5 / 10
5
ranking 70
70%
4
ranking 10
10%
3
ranking 20
20%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

53%

47%

Roberto Laaf
cadastrou em:
26/05/2009 08:44:26