Porque até a morte terei fome

Porque até a morte terei fome Patrícia Colmenero


Compartilhe


Porque até a morte terei fome





Uma mulher num salto agulha prestes a chorar como uma criança, assim se apresenta a personagem principal de "Porque até a morte terei fome". Intensidade e desespero marcam o cotidiano da escritora "de algo urgente" que se fantasia por vezes de funcionária padrão em um escritório de advocacia, por outras de esposa servil do próprio chefe. O fim do relacionamento faz pulsar em meio ao caos o sentimento de perda. Amor ou hábito? Das entrelinhas brilhantes no teto do quarto restam agora somente as marcas de mofo.

O romance de formação de Patrícia Colmenero instiga o desejo de uma mulher tão determinada quanto assustada. Aprendendo a ser só, a personagem (assim como a autora) adentra em um labirinto de ausências, compondo um fluxo poético que se revela como a escritura da própria dor.

Edições (1)

ver mais
Porque até a morte terei fome

Similares


Resenhas para Porque até a morte terei fome (5)

ver mais
A fome de arte quem saciou foi Patrícia Colmenero
on 3/8/16


Porque até a morte terei fome, de Patrícia Colmenero Gandhia Brandão Diz Omar Pamuk que “Um romance é uma segunda vida.”(1) Porque até a morte terei fome, de Patrícia Colmenero, brinda com um poema entre a dedicatória e o recado ao leitor a um primeiro óbito, denunciando desde a abertura que se há segunda vida pelas páginas que seguem, simples não será. No entanto, pode-se falar de singeleza ao se apresentar o enredo do romance: um casal heterossexual termina o rela... leia mais

Estatísticas

Desejam8
Trocam1
Avaliações 4.6 / 31
5
ranking 68
68%
4
ranking 26
26%
3
ranking 6
6%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

23%

77%

Hebert
cadastrou em:
10/02/2013 11:46:25