As virgens suicidas

As virgens suicidas Jeffrey Eugenides


Compartilhe


As virgens suicidas





Num típico subúrbio dos Estados Unidos nos anos 1970, cinco irmãs adolescentes se matam em sequência e sem motivo plausível. A tragédia, ocorrido no seio de uma família que, em oposição aos efeitos já perceptíveis da revolução sexual, vive sob severas restrições morais e religiosas, é narrada pela voz coletiva e fascinada de um grupo de garotos da vizinhança. O coro lírico que então se forma ajuda a dar um tom sui generis a esta fábula da inocência perdida.

Adaptado ao cinema por Sofia Coppola, publicado em 34 idiomas e agora em nova tradução, o livro de estreia de Jeffrey Eugenides rapidamente se tornou um cult da literatura norte-americana contemporânea. Grande parte desse sucesso se deve a sua prosa virtuosística, com um gosto por detalhes que dá às descobertas banais dos narradores - um armário cheio de cosméticos, um absorvente na lixeira do banheiro - uma vivacidade incomum.

Os mistérios vibrantes do "intoxicante caos feminino" se misturam a certa melancolia que evoca - nostálgica e criticamente - valores e sentimentos do que se convencionou chamar de sonho americano. "Era sobre isto que eu estava escrevendo, no fundo", disse o autor numa entrevista, explicando a gênese do livro. "Em termos psicológicos e emocionais, a fonte tem a ver com a impermanência de tudo o que conheci quando criança".

Desse cenário idílico, de regadores automáticos nos jardins, meninas "transpirando néctar" à beira da piscina e manhãs de domingo em que "espetáculos com a frigideira" produzem panquecas, surge uma beleza estranha e arrebatadora, definida pela crítica do New York Times Michiko Kakutani como "pequena e poderosa ópera no formato inesperado de romance".

Ficção / Literatura Estrangeira

Edições (3)

ver mais
As virgens suicidas
As Virgens Suicidas
As Virgens Suicidas

Similares

(7) ver mais
Notas Suicidas de Belas Garotas
Ano dos Eleitos
Os 13 Porquês
O Céu Está em Todo Lugar

Resenhas para As virgens suicidas (207)

ver mais
Pós graduação em melancolia
on 24/4/11


Quando este livro caiu pela primeira vez em minhas mãos custou uma tarde, uma noite, metade de uma madrugada e uma manhã de férias escolares para que eu chegasse à última página. Assim como o narrador, eu também não conseguia tirar as garotas Lisbon da cabeça. Dividimos o calor do mês de julho, o tédio de passar dias dentro de casa, a ânsia de achar que não está vivendo e a raiva de saber que isso ocorre por motivos alheios à nossa vontade. Eu também me senti muito próxima daquelas g... leia mais

Vídeos As virgens suicidas (1)

ver mais
Livros que eu QUERO MUITO LER (os mais desejados)

Livros que eu QUERO MUITO LER (os mais deseja


Estatísticas

Desejam2.474
Trocam15
Avaliações 4.0 / 3.794
5
ranking 38
38%
4
ranking 36
36%
3
ranking 19
19%
2
ranking 5
5%
1
ranking 2
2%

13%

87%

Marcos
cadastrou em:
02/02/2013 16:59:22
Dali
editou em:
15/12/2019 18:44:40