O Padeiro Que Fingiu Ser Rei de Portugal

O Padeiro Que Fingiu Ser Rei de Portugal Ruth Mackay


Compartilhe


O Padeiro Que Fingiu Ser Rei de Portugal





Em 1578, D. Sebastião de Portugal perdeu a vida numa desastrada ofensiva para libertar o Marrocos do domínio dos Mouros, dando início a uma crise sucessória que levou à perda da soberania de Portugal para a Espanha. Editora e professora na Universidade de Stanford, Ruth Mackay investiga o mito do Sebastianismo, a crença do povo português de que o rei estava vivo e regressaria ao país, e conta a história do impostor Gabriel de Espinosa, ex-soldado e padeiro de ofício, que, sob as instruções de um distinto frei português, aparece em um convento espanhol dizendo-se D. Sebastião, 16 anos após a morte do monarca.

Edições (1)

ver mais
O Padeiro Que Fingiu Ser Rei de Portugal

Similares

(4) ver mais
Filipe da Espanha
A Máscara do Mal
No Reino do Desejado
Fábulas da Memória - A batalha de Alcácer Quibir e o mito do sebastianismo

Estatísticas

Desejam2
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 3.0 / 1
5
ranking 0
0%
4
ranking 0
0%
3
ranking 100
100%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

33%

67%

Yasmin
cadastrou em:
02/10/2013 14:13:28