Cicatrizes de um segredo

Cicatrizes de um segredo Marcio Scheibler




Cicatrizes de um segredo





Com a morte de seu pai, Ricardo Valença passa a ser o novo herdeiro da coleção de jóias pertencente a sua família há quatro gerações. Numa decisão arriscada, transfere as jóias do cofre de um banco para um esconderijo que apenas ele e seu melhor amigo, Martim de Sandri, conheciam. Mas o inesperado acontece. As jóias são roubadas e uma amizade de quinze anos é abalada.



Entra em ação o detetive Otávio Medeiros. Um crime que parecia comum torna-se envolvente à medida que o bandido volta inúmeras vezes ao local do crime e deixa novas pistas enigmáticas, em pontos estratégicos da sala onde as jóias estavam guardadas, intrigando ainda mais a mente de todos.



Numa trama de sedução, traição, fé, vingança e ousadia, o quebra-cabeça é montado e o bandido descoberto, revelando consigo um segredo de família que mudará o rumo da vida dos envolvidos.



Trecho do livro:



Dessa vez o quadro estava no lugar. Quando Martim abriu a primeira porta, Medeiros instantaneamente agachou-se diante de um ponto vermelho no chão.

- Pincel atômico. Essa marca não estava aqui ontem.

Martim não ousou duvidar da memória do detetive. Seguiram escada abaixo com cuidado. Abriram a segunda porta e acenderam as luzes. No lado esquerdo da sala havia uma folha de jornal. Medeiros juntou-a e aproximou-se da luz. Havia uma matéria de duas páginas sobre traição. No meio do texto, a palavra ”esmeralda” estava circulada.

- Pincel atômico vermelho novamente – comentou o detetive. O ladrão deve ter deixado cair a caneta lá em cima ou fez aquele ponto propositadamente.

- Eu ficarei maluco com tudo isso. Primeiro aquele desenho a lápis no chão, depois a lâmpada quebrada e o sangue na parede e agora essa folha de jornal. O que isso quer dizer?

- Essas pistas começam a fazer sentido. Raciocina comigo. O rubi e a esmeralda estão claros aqui. Este está circulado no jornal e aquele desenhado na parede. A letra “C” desenhada a lápis no chão representa o diamante.

- Como assim?

- “C” é o símbolo do carbono. Tanto o diamante quanto o grafite são compostos de carbono. O ladrão só não deixou uma pista referente às pérolas ainda. Ele vai voltar.

- Meu Deus!

- Acalme-se. Traga-me a mesa que está atrás da porta.

- O reitor fechou a porta e trouxe a mesa até o centro da sala. Medeiros estava imóvel, olhando fixamente para a porta.

- O que houve? – questionou Martim

- Veja aquilo.

Escrito a giz, atrás da porta, havia a inscrição:



APENAS REPAREI UMA INJUSTIÇA

Edições (1)

ver mais
Cicatrizes de um segredo

Similares

(1) ver mais
Orgasmos Fatais

Resenhas para Cicatrizes de um segredo (32)

ver mais
on 24/3/09


A idéia da trama é boa. Porém achei algumas passagens um pouco cruas e alguns diálogos sem emoção e sem amadurecimento.... leia mais

Estatísticas

Desejam34
Trocam2
Avaliações 3.8 / 70
5
ranking 37
37%
4
ranking 23
23%
3
ranking 26
26%
2
ranking 11
11%
1
ranking 3
3%

24%

76%

M. Scheibler
cadastrou em:
08/01/2009 17:30:20