O Telephone

O Telephone Luís Dill


Compartilhe


O Telephone





Histórias paralelas se desenrolam simultaneamente, mas em tempos diferentes. Como isso é possível? São os mistérios da tecnologia. Ou seriam da antiguidade?

Quando Vitor Hugo recebe de seus pais um presente inusitado, um telefone preto, bem antigo, com pê agá, mesmo, telephone, coisas estranhas começam a acontecer. Ligações misteriosas são recebidas e o garoto descobrirá detalhes de um passado inimaginável e que trouxe reflexos inclusive para o seu presente.

O telephone está tocando. Você não vai atender?

Trecho:
Uma a uma, Vitor Hugo enfia as balas no tambor do revólver calibre 38, cano de quatro polegadas. São seis projéteis no total. Frios e pesados ao toque. Corpos magros e dourados terminando em chumbo abaulado nas pontas. Pensa: onde está Amanayara? Ele tem 16 anos e consegue perceber com muita nitidez o poder ali concentrado. São balas para matar um homem.

Literatura Brasileira

Edições (1)

ver mais
O Telephone

Similares


Resenhas para O Telephone (6)

ver mais
on 16/9/15


Vitor Hugo, 16 anos, namorado de Amanayara, um adolescente comum que recebe de seus pais um telefone preto e bem antigo, claro que ter essa relíquia em seu quarto não era seu sonho. O que ele não esperava era receber ligações de um número com 4 dígitos, será que ele está sendo vítima de um trote? As ligações continuam acontecendo e Vitor Hugo resolver ver no que isso vai dar. Pelo menos sabemos que o velho aparelho ainda funciona e que seu toque é estridente e audível. Quando comece... leia mais

Estatísticas

Desejam1
Trocam2
Avaliações 4.1 / 11
5
ranking 45
45%
4
ranking 27
27%
3
ranking 18
18%
2
ranking 9
9%
1
ranking 0
0%

6%

94%

Jéssica R.
cadastrou em:
11/08/2015 07:30:55