Corpo Vadio

Corpo Vadio Jeanne Araújo


Compartilhe


Corpo Vadio





Os poemas de Jeanne são escritos no corpo e para o corpo. Desejo, prazer e amor caminham juntos em seus versos, mostrando um empirismo sensual que lhe é único. Um livro que mostra que a mulher pode e deve sentir prazer e que falar de tais sensações não deve ser um privilégio do homem.

Poemas, poesias

Edições (1)

ver mais
Corpo Vadio

Similares


Estatísticas

Desejam
Informações não disponíveis
Trocam
Informações não disponíveis
Avaliações 4.5 / 2
5
ranking 50
50%
4
ranking 50
50%
3
ranking 0
0%
2
ranking 0
0%
1
ranking 0
0%

100%

0%

Roberto Noir
cadastrou em:
21/11/2015 02:13:32